Páginas

Tempo para olhar a chuva...

Só queria um pouco mais de tempo para olhar com mais calma a chuva...
Em tempos em que perdida estou, sem tempo para respirar, mas encontrando tempo para reclamar do ar... Eu queria ter tempo para olhar a chuva...

Pouca coisa a dizer...

Em dias tempestuosos como o de hoje, eu prefiro calar a boca...
Calo, por que sei o quanto palavras podem machucar e por que sei que tudo o que diz meu coração neste momento são coisas de uma mente momentaneamente perturbada... Por pesadelos dessa vez.
É mais fácil acreditar em muitas mentiras ditadas por um coração maluco...
"Ninguém me ama! Ninguém me quer! Estão todos torcendo contra! Eu não mereço tanto!” ·Em momentos como esse desejo apenas a paz de um lar que está distante e o conforto de uma cama que só vejo no finzinho do dia, mas que me é tirada logo no começo da manhã.
Em momentos como esse choro derrotas passadas, futuras e inexistentes.
Em momentos como esse, vejo a mentira onde ela não está e sou capaz de jurar que tudo vai mal...
Simplesmente esqueço da mais recente vitória... Esqueço que tenho saúde, tenho uma família linda, alguém que (diz que) me ama, amigos maravilhosos, cachorros chatos... Esqueço de agradecer tudo de bom que me foi dado e choro.
Pela infinita necessidade de derramar lágrimas que já deveriam ter secado, problemas que já estão mais que superados, mortes a muito tempo já enterradas.
É o meu momento de dizer que sofri, mas passar por doida ainda assim...
É o momento que muitos pediram que acontecessem na época em que os problemas existiam de verdade...
Não sei dizer como isso vem, porquê isso aparece, nem mesmo sei dizer quem sou nestes momentos...
Talvez eu passe por louca, mas eu só peço um pouco de licença... Eu preciso chorar...

Deus está conosco!

Em momentos de dor e de alegria...
Em momentos de paz e de guerra...
Deus está conosco!

Porque as dores podem ser suportadas...
Porque temos a certeza de que está do nosso lado...
Nos fazemos mais fortes!

As estrelas brilham em céu enorme
se acham perdidas...
Mas brilham com mais força!

Desejo que sejas estrela,
ainda que o resto do céu se apague...
Que Deus te dê força pra brilhar...

As dores são suportáveis...
Deus está conosco!


p.s: coisinha escrita para Suzy Potter!

Eh, eu gosto...

Gosto de me manter longe dos lugares onde sou inútil...
Gosto de ficar sozinha, ainda que quando quero isso, deseje também um abraço.
Gosto de me afastar...
Gosto de estar distante quando o ambiente ou as pessoas não me fazem bem...
Gosto de estar ao lado dos meus "inimigos"... Mas odeio sua companhia...
Gosto de estar colada, grudada nas pessoas que amo, pode parecer loucura às vezes.
Gosto de sentir que sou amada...
Gosto de ver que se preocupam comigo, mas se me enchem de perguntas sou capaz de explodir!
Gosto de ouvir música alta... Bem alta, pra extourar os ouvidos...
Gosto de falar, falar muito e o tempo todo! Mas me entristece saber que não sou ouvida, me aborrece repetir palavras já faladas... Gosto de dormir, me alivia ter sonhos, me aborrece saber que passo o tempo todo assim...
Gosto dos meus amigos, amo minha família, adoro meu namorado... Mas me aborrece a dependência que todos causam....

E aí a gente aprende...

Em sorrisos tristes dados diariamente... Na ilusão da fala de um bebê e com nossos próprios sonhos... aprendemos diariamente, basta querer, parar e respirar... Ou andando e esquecendo-se disso...
Eu aprendo diariamente, aprendo agora, aprendo sempre... Mas continuamos desatentos a esses ensinamentos diários dados pelo vento, pelo tempo, por nossos cachorros...
E continuamos cegos, sem perceber que o tempo passa, tal qual o vento que acaricia nosso rosto e se despede...
Ai, o vento e suas lições!
Lições pouco observadas, mas rapidamente passadas...
Aprendi com a morte de uma criança, com apenas 10 anos de vida, que o tempo é curto demais pra fazer besteiras... E que sou pequena e inútil diante de certas circunstâncias.
E, então a vida passa...
E ainda que adotemos o lema "Hakuna Matata", muita coisa vai acontecer, independente da nossa falta de ação... Precisamos abrir os olhos e usar nossas lições diárias para que as consequências sejam de nossas próprias escolhas.

Senti saudade, só isso

Não existe nada para ser falado neste momento... Talvez a minha falta de assunto já sirva, de alguma forma, como contexto pra mais uma história sem pé nem cabeça... Daquelas que surge no meio da noite e que te faz perder o rumo...
Hoje eu amanheci animada... Com dor, mas animada...
Vesti qualquer coisa e fui á aula...
Chegando lá fiz uma prova chaaaaaaaataaaaaaaaaaaaaa... Não vou tirar zero, pois a prova valia 5 e esse já foi garantido.
Como virou hábito, sai correndo, peguei ônibus correndo, comi correndo, banhei correndo e cheguei correndo ao meu estágio...
Agora meio que parei...
Eh, falta de assunto é dose... Não tenho mesmo o que escrever...
Não mais... Estou indo embora... baby, baby, baby..............