domingo, 30 de junho de 2013

Tem namoro que a gente torce pra acabar mesmo!

Fonte de imagem: Colina de Cristal
Sabe aquela amizade que só rola quando a mina pira e termina com o cara ou o cara cansa e chuta a mina um pouco?
No começo, a gente sempre tenta ser amiga das namoradas de nossos amigos (até das amantes), mas com o tempo percebemos que a atenção verdadeira deles só vem quando um dos dois resolve cair fora daquela relação doentia... (se fosse sadia ela não te afastava). 
Daí, por razões óbvias, a gente torce contra... Não trata das vias diretas de acesso ao fim do namoro deles, mas torce e "grórifica" de pé sempre que acaba... Porque o fim do namoro de seu amigo não significa nada mais, nada menos do que tê-lo de volta!
De repente tua caixa de mensagem fica cheia, ele até te adiciona de volta nas redes sociais, ele começa a falar de novo de suas leituras, te convida pra sair, volta a te falar das músicas e dos filmes que antes tomavam o tempo de vocês (e que ela pensava que vocês se agarravam)... De repente, como num passe de mágica a atenção volta!
Então, caras colegas, amantes e namoradas de meus amigos...CUIDADO!
Não falem de meus amigos como possíveis amantes, não deem ideia!
Ao desprezar minha amizade.... Vocês estão desprezando uma torcedora fiel e sincera... Caso contrário... É o contrário!
__________________________
♫ Formigueiro - Ivan Lins

sábado, 29 de junho de 2013

Delírios de uma mente brilhante

Fonte de imagem: Eu nasci no Vila da Serra
Essa é a história de uma garota que não tinha o que fazer e resolveu chorar. Chorou por tristezas já choradas e paixões nunca sentidas.
Chorou até que do seu olho escorreu muito do seu sangue envenenado por todas as frustrações de não ser o que ela queria ou deveria ser.
Chorou até não poder mais.
Chorou até inundar seu quarto.
Chorou mais do que a chuva que inundava o seu quintal.
De partida a uma terra distante, ela decidiu ser alguém...
Alguém que não queria ser...
Muito mais do que era...
Muito menos do que desejou...
Por desejar ser alguém, sonhou; por sonhar, dormiu; por dormir, não viveu; por não viver, nunca existiu...
Seu fim aconteceu cedo.
Cedo para alguém que tinha sonhos.
Tarde para alguém que lhe desprezou...
P.s: distúrbios...
Rsrsrsrs
Fim
Escrito na minha agenda em: 12/01/09
Publicado no blog em: 22/01/11

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Meme - Como eu leio


Vi esse meme no Lendo nas entrelinhas e achei muito massa!
Bora fazer? (como o blog é bloqueado, coloquei as questões aqui ---> Olha na Fanpage!

A AQUISIÇÃO
  • Sempre compra você mesmo seus livros ou tem anjos da guarda?? Se tem, quem são eles normalmente?
Eu sempre compro os livros que eu quero... Claro que tento ganhar em sorteios, fico de indiretinha pro namorado e pra mãe e tal, mas desisto rápido e acabo comprando logo!
  • Gasta quanto (em média) por mês em livros?? Já estourou o cartão de crédito com livros?
Já estourei cartão com livros... O máximo que eu comprei de livros foi 150 reais, porque eu peguei muitas promoções e fiquei enlouquecendo até comprar. Eram livros que eu queria muito, ainda não me arrependi não. Quando eu sei que dá pra pagar, eu compro mesmo... Mas já entrei em cheque especial no começo... Hoje sou mais controlada.
  • Consegue livros emprestados com freqüência? Se sim, quem te empresta normalmente?
Consigo... Tem livros que são bons, mas não tenho coragem nenhuma de comprar porque são caros.... Aí eu recorro a meus amigos ricos! Ruan, Irajayna, Denise, Lays...
O DELEITE
  • Lê em média quantos livros por mês?
Depende do mês... Tipo, tô lendo A Guerra dos Tronos há 2 meses... Mas tô no meu quarto livro desde que eu o comecei... A minha leitura depende da história, do autor, do tamanho da fonte e do espaçamento...  Eu tenho algumas dificuldades com leitura, não sei ler livros que se dividem em colunas, por exemplo. Acho que minha média é de 2 a 4 livros... Pouco, né?
  • Lê em média quantas páginas num dia da semana? E nos fins de semana?
Em dia de semana eu leio 10 a 20 páginas... E, dependendo do fim de semana, eu não leio nada. kkkkkkkkkkkkkkkkkk É que eu leio mais no ônibus e em fins de semana eu saio pouco de casa e  quase não tem engarrafamento... Fora que eu tô cansadona, quando deito pra ler, eu durmo. E quando eu sento pra ler, eu vou deitando, deitando...
  • Consegue abandonar um livro no meio da leitura?
Eu já fui muito de fazer isso... Mas hoje em dia eu não consigo... Acho que é porque o dinheiro da compra sai do meu bolso, sei lá... Eu me obrigo a valer o gasto! kkkkkkkkkkkkk
O LOCAL DO CRIME
  • Consegue ler em local movimentado? (ônibus, fila de banco)
Sim! Leio em ônibus, filas, leio na sala de espera do médico, leio em bibliotecas, salas de aula, refeitório....
  • Prefere ler na mesa, sofá, no chão ou na cama?
Prefiro ler no sofá e na cama... No chão nunca experimentei.... Na mesa eu me concentro pouco.
  • Qual a hora do dia que prefere para ler?
Quando eu volto pra casa (21hs) que não tem trânsito e o ônibus não fica freando o tempo todo...
OS IMPEDIMENTOS
  • É solteiro? Se não, sua namorada, noiva, esposa, te dá espaço para ler?
Sou solteira não... Ele deixa eu namorar meus livros! kkkkkkkkkkkkkkk Às vezes ele volta comigo do trabalho e nem reclama de eu puxar o livro pra ler.
  • Lê no trabalho? Se sim, qual emprego dá essa dádiva de ler na hora de serviço?
Depende do dia... Quando tem muito trabalho não rola... Mas muitas vezes leio no fim do expediente ou quando falta energia... Eu sou bibliotecária! Desculpa...
  • Já deixou de sair com a galera só pra ler aqueles capítulos irresistíveis?
Sempre! Invento que tô com piriri!
AS INSANIDADES
  • Já sonhou ou teve pesadelos vivendo a história de um livro? Qual foi o livro?
Sim... Drácula! Foi horrível! Nunca mais li livro de vampiros!
  • Qual a maior loucura que já fez ou que faria para conseguir um livro?
Acho que preencher aqueles formulários de promoção de blog que pedem pra comentar em todas as resenhas, plantar bananeira, cantar o hino nacional com a boca cheia de bolacha...
  • Já chorou ao terminar um livro??? Foi de felicidade ou tristeza?? Qual foi o livro?
Já... Sempre choro no fim de livros de Danielle Steel são muito melancólicos....
INDICAÇÃO

  • Indicar 5 blogs para o meme
______________________________
♫ Louca - Oswaldo Montenegro

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Pequenas coisas que não curto - Sabe aquela falsa boa educação?

Fonte de imagem: Blog Arthur Oliveira
Pra mim não há coisa mais irritante do que a pessoa "se auto-julgar-se a si mesma" como um modelo de boa educação. Daí, como se não fosse suficiente o "eu sou educado e você não é", ela começa a querer te mostrar a forma certa de agir em qualquer situação.
Eles usam a tal da boa educação pra várias coisas, é até engraçado... 
Querem que você se comporte de uma forma padrão perante situações que eles acham que se saíram bem por serem... Os modelos que são!
Querem que você responda às pessoas de acordo com o cargo que elas possuem... Às vezes a pessoa chega na brincadeira contigo e você sente que todo mundo espera que você responda com um "sim, senhor", quando o que a pessoa fez foi uma brincadeira... E o que ela espera é que sua resposta tenha o mesmo tom. Tem gente que descontrai por querer descontrair... Dane-se o cargo que ocupa.
A tal da boa educação parece evitar que as pessoas sejam quem realmente são, sei lá!
Tem aqueles idiotas que te gritam regras da boa educação para lembrar a você (que não está gritando) que você deve ser educado: "BOM DIA... Dormiu comigo?".... "COM LICENÇA? POR FAVOR? CADÊ A TUA EDUCAÇÃO?".
Eu não sei em que parte do manual de etiqueta dessas pessoas está que aumentar o tom é educado... Não sei... 
Enfim...
Deixa pra lá, né?

____________________________
♫ River Deep, Mountain High - Tina Turner

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Divulgação - Projeto "Esqueça um livro"

Fonte de imagem: Esqueça um livro
Recebi um email pedindo a divulgação desse projeto e achei super válido...
Embora eu ainda não tenha coragem nenhuma de esquecer um livro meu, a ideia é muito linda!
Trago boas novas! O "Esqueça um livro" está crescendo. Hoje, dei uma entrevista para El País, da Espanha.
Existem algumas matérias pendentes pra saírem em Portugal e Argentina.
Se puderem compartilhar, curtir, divulgar o projeto, ficarei muito feliz ;)
Obrigado para os que já divulgaram!
Página oficial do projeto http://migre.me/fcbIi
Na página é possível visualizar minha participação em alguns veículos, como TV Cultura, TV Vanguarda (Rede Globo), Revista Malú, Capricho, TV Aparecida, Rádio Cultura, Revista Visão (Portugal), Jornal Diário de notícias (Portugal), Programa Guia do dia (TV Cultura), Jornal tribuna, Revista Bons Fluídos, Site Catraca livre, Rádio Eldorado, e etc.
Grande abraço e já sabem: esqueçam um livro!
Felipe Brandão
Ainda não entendeu como funciona?
Assista o vídeo!



Beijo e até a próxima!
___________________________
♫ Love today - Mika

terça-feira, 25 de junho de 2013

Você tem a obrigação de saber... Só que não.

Fonte de imagem: MSN Jogos
Ninguém precisa saber de tudo... É o que você acha e defende.
É o que muitos falam em sua defesa por tudo não saber...
Mas na hora que a "seta" da pergunta aponta pra outra pessoa que não domina determinadas questões, afinal ninguém precisa saber dito, a pessoa se revolta! Mas isso você tem a obrigação de saber!
A biblioteconomia engloba várias áreas e ninguém (apenas os desumildes) domina todas... Alguns são bons com atividades de leitura (eu não), outros são bons com o processamento técnico (eu não), alguns fazem melhor o atendimento ao público (eu não), outros sacam bem a área de pesquisa científica (eu não), arquivos (eu não) e alguns fazem uma boa normalização... Dominam a norma (eu não), as questões pequenas do word que facilitam e agilizam a normalização (eu sim). Alguns tem facilidade com o computador, tem curiosidade e buscam aprender mais sobre isso... Outros tem fobia ao uso de tecnologias...
É uma área que te convida a novos conhecimentos constantemente...
O ruim é que tu acaba de sair da graduação e aqueles que estão no mercado de trabalho há um tempo te exige conhecimentos sobre tudo. Eles falam que tu tem a obrigação de saber tudo... COMO SE ELES SOUBESSEM!
Eu fico besta quando sou abordada por um bibliotecário com um monte de perguntas... Parecem aquelas crianças que acabaram de aprender uma coisa e correm pro coleguinha pra ver se ele sabe e quando ele demonstra não saber, sai correndo, todo saltitante, pra contar pros outros coleguinhas que sabe o que o outro não sabe!
É uma coisinha tão besta... Tão pequena e que não acrescenta em nada.
Ninguém tem a obrigação de saber de tudo! Ninguém é obrigado a se interessar por tudo!
Acredito, ainda, que cada um vai pra área que tem mais afinidade e assim vai desenvolver um bom trabalho
Eu não sei de nada... Não quero saber de tudo, mas quero aprender... Quero viver aprendendo.
_______________________
♫ We are the champions - Queen

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Saudade pá porra, doido... =(

Fonte de imagem: My Crazy World
Olá, pessoas!
Saudade...
Ando meio corrida com tanto trabalho pra fazer... GRAÇAS A DEUS!
Mas o trabalho tem me deixado muito cansada e sem ânimo pra continuar a blogar.... Tanto é que semana passada eu comecei a excluir blog, há 2 semanas não tenho inspiração pra escrever no Além de palavras, Sentimentos... Tenho nem ideia de como anda o As coisas da Bibliô, o #doesangue, Maranhão só está sendo atualizado porque as notas de divulgação já estão prontas e eu só modifico nomes e contatos... Enfim, se até o meu facebook anda desatualizado (antigamente eu passava o dia todo atualizando e agora já passei 1 dia todo SEM facebook... Meu namorado ainda não acredita!), imagina esse humilde blog... Tadinho dele, tadinho...
Eu estou tentando manter as coisas, mas sou de virgem e quando começa a não dar certo, eu me livro de tudo (isso não rola com meu namoro... Aí eu sou brasileira!).
Tem tanta coisa que eu queria dividir com vocês... Tanta raiva nesse coraçãozinho...
Espero encontrar (reencontrar) forças pra chegar no fim do dia e escrever como antigamente... Eh, porque pra jogar the sims e matar meu marido várias vezes e ficar reiniciando o jogo sem salvar arrependida... pra isso eu sirvo!!!
Beijo, gente!

______________________________
♫ Admirável gado novo - Zé ramalho

domingo, 23 de junho de 2013

♫ Vamos nos permitir ♫ - Conhecer músicas novas...

Fonte de imagem: Do not be afraid of life
Olá, pessoas... Esse mês eu tô bem musical... Ando sem saquinho pra ler (reparam que eu tô há mais de 1 mês no mesmo livro? Eu reparei...).
Aí tô ouvindo tudo o que meus amigos me indicam... E sabe que eu tô gostando?
Vim dividir com vocês o que ando ouvindo... São músicas que meus amigos me indicaram agora e faz tempo, que eu conhecia ou não... Mas que eu gosto muito de ouvir ainda.

Pedra Letícia (indicação de Natyara)

Clarice Galvão (indicação de Mylena)

Mas eu prefiro na voz da própria Lenna

Marcelo Jeneci (indicação de Djuli)

Florence and The Machine (indicação de Mikhail)

O teatro mágico (indicação de Guii)

Biquini Cavadão (indicação de Herisson)

Gregorian (indicação de Gabriel)

Tulipa Ruiz (indicação de Ruan)

Maglore (indicação de Aécyo)

_________________________________
♫ O meu sangue ferve por você - Pedra Letícia

sábado, 22 de junho de 2013

Dica pra ouvir - Música de corno [Vem, gente! Bora sofrer junto!]

Achei no  Google e esqueci de pegar o link.... =)
Sabe aquela música que tu ouve e fica assim... Meu Deus, como sofre essa pessoa... Tadinho dele, tadinho... Bora sofrer junto!
kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Essas são minhas 10 músicas pra gente sofrer e rir um pouco porque somos todos filhos de... Alguém.

#1 - Delizes - Fagner

#2 - Fio de cabelo - Chitãozinho e Xororó

#3 - Convite de casamento - Gian e Giovani

#4 - Porque brigamos - Diana

#5 - Siga seu rumo - Pimpinela

#6 - Fera ferida - Maria Bethânia

#7 - Mar de rosas - The Fevers

#8 - O dia do corno - Reginaldo Rossi

#9 - Sangrando - Gonzaguinha

#10 - Em plena lua de mel -  Pedra Letícia e Reginaldo Rossi

_________________________
♫ I will survive - Gloria Gaynor (outra música de corno que eu adoroooooo).

quinta-feira, 20 de junho de 2013

De frente com Soraya - Pérolas de bate-papo.


Hoje eu tô nostálgica.. Fico lendo todas as conversas gravadas em meus bate-papos e resolvi fazer uma postagem só com os trechinhos (quotes?) que acho que vale a pena compartilhar...
Bora lá?
ELE: Tu fica gatinha sem óculos sério! Acentua seu sorriso, deixa seus olhos mais bonitos...
EU: E alguém consegue ver meus olhos com meus belos peitos tão visíveis??? KKKKKKKKKKKKK Frase de um amigo meu... Desculpa. As pessoas também ficam mais bonitas quando eu estou sem óculos...
ELE: O que você tem?
EU: Tuberculose.
ELE: É sério? Isso é grave...
EU: E contagioso...
ELE: não tenho mais crtza se comprarei esse chip, to com medo d viciar na internet!
EU: Amor, você tem internet em casa, não é viciado. Tem jogos no celular, não é viciado. Tem eu como namorada, não é viciado! 
ELE: É isso aí, põe na pauta dos protestos. Abaixo o aumento das tarifas, abaixo a corrupção, abaixa um pouco a tela do seu computador pra ver o teu decote de cima!!!
ELE: Oi, linda.
EU: Inbox errado... ¬¬'
ELE: Não, gata, é com você mesmo que eu quero falar...
EU: Bota os óculos então... 
EU: Eu quero te ver... Bora marcar! Eu vou na tua casa!
ELE: Não gosto de receber visitas. Queria te encontrar na UEMA. Quando vier avisa que eu te encontro lá. Não sei receber os outros, embora adore me infurnar na casa alheia. hahaha
EU: Larga de ser besta! Sou eu! Tu abre a porta, a gente senta no chão da sala e fala merda... sem chá. sem lanche. sem "não reapare na bagunça".
ELE: hauhauhaua. Num é questão de quem seja. Só não gosto. '¬¬ tu acha mesmo que me importo com essas formalidades?? haha, bitch, please!!
EU: tu é um ralado. Te encontrar no meio da rua é informal... Porra, eu não vou te estuprar! Eu varro a casa pra ti!
ELE: Cara, mas tu tá gorda... Tá feia...
EU: Vai... Continua... Cospe no prato que nunca vai comer...
EU: Fui salvar meu cachorro que tava sendo estuprado na rua
ELE: por quem?
EU: pelo cachorro do casa da frente
ELE: seu cachorro é macho?
EU: é... PAI DE FAMÍLIA!
ELE: como ele tava sendo estuprado?
EU: acho que era anal...
ELE: meu pai...
EU: Enfim... O mundo tá muito sexual! Meu cachorro é estuprado na porta de casa! Meu amigo quer meu corpo nu via email....
ELE: O QUÊ?????
EU: gosta de pato fu?
EU: O que é ser adulto?
ELE: Ai, sol, você não segue uma linha de raciocínio, às vezes nao te entendo bem kkkkkkk
EU: É que eu sou constantemente chamada de criança por ter mentalidade de virgem. Eu tenho um amigo com quem converso de tudo.
A gente troca confidências super íntimas, e ele não me julgava e eu achava até ele me pedir fotos nuas pela segunda vez. E como eu recusei, o cara disse que eu era uma criança.
ELE: kkkkkkkkkkkkk. é um sacana
EU: Entenda, o cara tem namorada. Sabe que eu tenho namorado. E me faz uma proposta dessas! E eu sou a criança! Ainda escreve assim: "garanto sigilo absoluto"...
ELE: kkkkkkkkkkkkkk... cara, é só um tarado no mínimo! 
EU: "É só não tirar o rosto, ninguém vai saber"! Ah, mas ele disse isso porque eu falei que confiava nele. Quando falo em confiar, lê-se: eu me sinto a vontade pra conversar com você. Ele entendeu: Minhas pernas estão abertas, veeeeeeem.... 
_______________________________
* "ELE" são os meus amigos  conversando comigo... Não usei a conversa de apenas um.
♫Ah, como eu amei - Benito de Paula 

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Acho que eu nasci...


Nasci no dia 28 de agosto de 1986...
Acho que eu nasci... Acho que eu nasci 11hs! Foi o que eu li no meu registro de nascimento... Nascida às 11hs, de cor parda, muito escandalosa e faminta!
Acho que o fato de que nasci tão perto da hora do almoço justifica minha gordura...
Acredito que eu tava revoltada... Mamãe sempre foi ruim pra comer, "primeiro as obrigações" e aquela coisa toda... Ela já tinha minha irmã e meu irmão, ainda tinha uma criança faminta dentro dela!
Eu gritei pra sair!
Vi que era mais fácil conseguir comer do lado de fora, eu berraria até ela me dar de mamar! =P
E assim foi!
A minha gravidez (lê-se: mamãe grávida de mim) foi a que minha mãe mais enjoou...
Enjoou comida, minhas tias e até meu pai...
Acho que é por isso que eu tenho essa cara de nojo... Eu enjoo todo mundo fácil, e fiz mamãe abusar de tudo durante a gravidez também!
Sou a mais gorda da minha casa...
Culpa de ter nascido tão perto do almoço, tenho certeza!!!
Nasci, por coincidência um dia depois de uma das minhas melhores amigas... E sempre lembrei do aniversário dela por isso... E, bom, ela sempre lembrou o meu porque eu ligava pra ela no dela! =P
Eu nasci fisicamente em uma data facilmente identificada na minha certidão de nascimento... Mas não sei ao certo quando eu me toquei que eu nasci... Deve ter demorado... Sou super lerda pra essas coisas bem na vista!
Mas tenho muitas lembranças... Embaçadas e em sépia...
__________________________
* No fim do ano eu criei um blog que tinha a proposta de contar toda a história da minha vida em pequenas histórias... Até hoje escrevi apenas 2 postagens e, como não tô conseguindo atualizar nem meu queridíssimo BE, eu resolvi excluir o blog... =(
Decidi que o blog todo virará uma tag com o mesmo nome e assim ficará facim de atualizar as coisas.

Essa postagem foi publicada originalmente no As pequenas histórias da minha vida no dia 28 de dezembro de 2012.

terça-feira, 18 de junho de 2013

O comecinho foi assim...*

Eu nasci de uma troca de livros, assim se resume toda a história.
Meus pais gostavam muito de ler aqueles romances de banca de revista (Bianca, Júlia, Sabrina)... E minha mãe era amiga da minha tia (irmã de meu pai =P <explicação desnecessária>) e ela foi na casa dela levar e pegar mais livros, aí quem atende ela... Tcharam, meu pai!
Mamãe me disse que achou papai feio de cara. rsrsr
Não sei explicar como virou namoro, meus pais são muito tímidos e nunca respondem todas as perguntas que fazem, mas o meu quebra-cabeça se formou a partir de cartas que li, de declarações de amor nesses livros...
Nossa, meus pais eram bem melosos se for tomar as declarações de amor que tem nos livros...
Pelas cartas, que eu li com minha mãe, e outras escondido... rsrsrs... Entendi que minha mãe morava no interior, e meu pai aqui na cidade. Ele foi o primeiro filho a vir pra cidade, começou a trabalhar cedo e ajudava a família, que morava no interior, assim... Vendendo galinha em feira, trabalhando como cobrador de ônibus, vendedor...
Minha mãe, pelo que entendi, dava aulas pra MOBRAL (era aula pra adultos)... Nunca sei se na mesma época, mas sei que ela e minha tia (a irmã de papai) davam aulas...
Ok, vamos pular os detalhes que eu não sei... Meus pais namoravam a distância, por cartas... Acho que durou mais ou menos 2 anos... Até mamãe vir morar com papai.
As cartas eram muito engraçadas, porque tinha carta que ele dizia que tava tudo certo pra ela vir, em uma outra ele conta que roubaram as portas da casa. =P
Eu sei, vida de pobre é uma merda, mas a gente se diverte muito quando passa.
Minha mãe veio pra cidade morar com papai em março, Júnior nasceu em dezembro... Quase 2 anos depois, nasceu Ni e quase 2 anos depois... Tcharam! Eu nasci!!! Aí, quase 2 anos depois, nasceu o bebêzão da família, Zá.
Essa parte pré-meu nascimento é muito confusa pra mim... O que eu sei é de maroquice... 
Eu nasci da união de 2 famílias de lutadores, pessoas que trabalhavam na roça, quebradeira de côco, gente do campo... Pessoas que comiam o que plantavam, pessoas que só passaram pra mim grandes lições.
__________________________
* No fim do ano eu criei um blog que tinha a proposta de contar toda a história da minha vida em pequenas histórias... Até hoje escrevi apenas 2 postagens e, como não tô conseguindo atualizar nem meu queridíssimo BE, eu resolvi excluir o blog... =(
Decidi que o blog todo virará uma tag com o mesmo nome e assim ficará facim de atualizar as coisas.

Essa postagem foi publicada originalmente no As pequenas histórias da minha vida no dia 28 de dezembro de 2012.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Você só quer o presente?

Fonte de imagem: Portal R7
Dia 12 foi o dia dos namorados. Ok.
Desde esse dia o povo fica me perturbando pra saber o que meu namorado me deu de presente.
O que vale é só o presente?
Todo ano, no mesmo período do ano, eu e o Nando nos separávamos... Não sei a razão (por muito tempo eu também pensava que era só pra ele não me dar presente, mas, cara... Ele sempre tá comigo no dia do meu aniversário!), o fato é que sempre nos desentendemos no mesmo período do ano (maio, junho e julho), desde o ano passado eu decidi que seria mais paciente (as brigas sempre foram causadas por mim, mas quem se enchia e terminava era ele)... Agora quando um conflito vai começar, assim como o Nando, eu me calo, ignoro.. Vivo minha vida... Saio um pouco do meu namoro pra não terminar de vez com ele... Porque sempre ficamos meio tensos no mesmo período do ano (fim de semestre, concursos, mês mariano, trabalhos da igreja, meu excesso de trabalho, estresse...), sempre vamos a um extremo... Qualquer briga é "CHEGA!".
Pra mim foi uma vitória ano passado conseguir passar o meu primeiro dia dos namorados namorando... E uma coisa que pra muitos não tem importância, pra mim vale muito.
Quando perguntam "o que o Nando te deu de presente de dia dos namorados" e eu digo "ele foi me buscar e a gente namorou". Ninguém entende o quanto isso significa pra mim. 
O importante no meu namoro não é a troca de objetos, de presentes... O importante é a presença, é o cara estar junto... Acho que só quem passou muito tempo sozinha é que é capaz de entender o quanto é importante ter alguém te dando carinho, atenção... -
Então, o povo só quer o presente... E eu aqui só desejando a companhia, o abraço... O mais engraçado é a cara de choque por você não desejar mais nada além de beijos e abraços...
Você quer o presente e me conformo em ficar com o coração!

domingo, 16 de junho de 2013

[#DOESANGUE, Maranhão!!!!!] - I Campanha Doe Sangue... Abrace a vida!!! - Pró-Sangue SLZ


Interrompemos nossa programação normal para convocar vossas excelentíssimas pessoas para salvar vidas!!!
Eu tinha interrompido as campanhas no Bibliotecária Escandalosa, porque eu criei um cantinho especial só pra fazer as campanhas de doação se sangue (#DOESANGUE, Maranhão!!!), mas hoje senti necessidade de chamar vocês daqui mesmo!

BORA SALVAR VIDAS!
#COMPARTILHE!
Dia 22 de junho de 2013 é dia de doar sangue!!!
I Campanha Doe Sangue... Abrace a vida!!!
Campanha organizada pelo Pró-Sangue Slz

Sábado é dia de doar!!!!
#SALVEVIDAS #DOESANGUE #DOEVIDA

Quando? Dia 22 de junho de 2013
Onde? no Hemocentro do Maranhão - Hemomar
Sede: Rua 5 de Janeiro, s/n Bairro Jordôa
Por quê? Ah, vai... Salva umas 4 vidas com uma doação! Tu acha pouco? VAI DOAR!

sábado, 15 de junho de 2013

10 músicas que já gostei, mas não suporto mais

Fonte de imagem: PCAmaral
Olá, queridos....
Quando a gente começa atrasar as postagens, o que a gente faz????
Lista!!!
Hoje trago pra vocês as músicas que eu não suporto mais ouvir... Eu adorava, mas não aguento mais!
Não sei se o excesso de repeat, porque quando gosto de uma música, arrémaria, mas só ouço essa!
Espero que cês gostem da lista, ou não... Enjoem comigo!

#1 - Pais e filhos (Legião Urbana)

#2 - Tente outra vez (Raul Seixas)

#3 - O tempo não para (Cazuza)

#4 - Busca vida (Paralamas do Sucesso) 

#5 - Boulevard of broken dreams (Greenday)

#6 - The Scientist (Coldplay)

#7 - Depois (Marisa Monte)

#8 - Não é sério (Charlie Brown Jr.)

#9 - Girassol (Cidade Negra)

#10 - Isso (Titãs)

sexta-feira, 14 de junho de 2013

TAG: Ame ou Odeie

Fonte de imagem: O Mundo da Tatah
Faz tempo que não sou indicada pra Tag, tô até sentindo saudade... =(
Aí vi essa no blog da Ivi Campos (Meu amor pelos livros) e resolvi fazer...
Como ninguém me indica, também não vou indicar ninguém! kkkkkkkkkkkkkk
Brincadeira... É postagem tapa-buraco...

1. Top 3 livros favoritos?
  1. Orgulho e preconceito (Jane Austen).
  2. Los Angeles (Marian Keyes).
  3. Depois daquela viagem (Valéria Piassa Polizzi).
2. Top 3 livros menos favoritos?
  1. Os Sete (André Vianco).
  2. Lolita (Vladimir Nabokov).
  3. A passagem (Justin Cronin).
3. Top 3 personagens favoritos?
  1. Bridget Jones (Diário de Bridget Jones e Bridget Jones - no limite da razão, de Helen Fielding).
  2. Hellen Walsh (Melancia, Férias, Los Angeles e Tem alguém aí?, de Marian Keyes).
  3. Tyrion Lannister (Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin).
4. Top 3 personagens menos favoritos? 
  1. Holly (P.S. Eu te amo, de Cecelia Ahern).
  2. Sansa (Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin).
  3. Emma (Emma, Jane Austen).
5. Maior decepção literária?
  1. Emma (Jane Austen).
  2. Quase pronta (Meg Cabot).
  3. Sex and City (Candace Bushnell)
6. Um livro que você gosta mas que outras pessoas odeiam?
  • Sushi (Marian Keyes) - A maioria das minhas amigas dizem que é o mais chatinho dela.
7. Um Personagem que os outros gostam e que você odeia?
  • Bella Swan (Saga Crepúsculo)
8. Personagem que as pessoas odeiam, mas você ama?
  • Snape (Harry Potter)
9. Melhores Quotes?

     Eu não costumo guardar, marcar minhas frases preferidas... Mas, tem umas sim...
"Em vão tenho lutado comigo mesmo; nada consegui. Meus sentimentos não podem ser reprimidos e preciso que me permita dizer-lhe que eu a admiro e amo ardentemente." (Orgulho e Preconceito - Jane Austen)
"- O nojento, asqueroso, canalha, safado! - fumegou ela. - Como ele ousa estar feliz longe de mim? Ele não devia conhecer ninguém, era pra acabar descobrindo que não conseguiria viver sem a minha presença. Tomara que ele perca o emprego, que sua casa pegue fogo e desabe, quero que ele pegue sífilis... Não, não, espere... AIDS, não, não... pior ainda, acne, ele ia detestar isso. Tomara que sofra um acidente de carro e seu fodomóvel sofra perda total, e seu pinto fique preso nas ferragens de uma moedora de carne e depois ele ainda seja preso por um crime que não cometeu e...
As coisas normais que falamos quando descobrimos que o ex-namorado teve a audácia de estar namorando outra pessoa." (Casório - Marian Keyes).
10. Pior Quotes?
“Em outras palavras, ele era exatamente aquilo que eu precisava. Eu não me esquecerei disso. E certamente não quero perder isso.” (Anna e o beijo Francês - Stephanie Parkins)
11. Livros que você não terminou?
  • Os Sete (André Vianco) - Pooooodre!
12. Que livro você releu várias vezes?
  • O Poderoso Chefão (Mario Puzzo)
13. Uma série que os primeiros livros foram incríveis mas que decaiu?
  • A garota Americana (Meg Cabot)

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Ser escritora num dá pra mim...

Fonte de imagem: Poemas, poesias e pensamentos
Quando eu era adolescente, um dos meus maiores sonhos era ser escritora... Quanto mais liam o que eu escrevia e elogiavam, menos eu gostava de escrever...
Com o tempo esse sonho foi deixado de lado... Até que uma editora enterrou ele de vez.
No começo do ano eu participei de uma promoção e enviei uma história que já havia sido publicada aqui no blog. Eles pediram uma história de amor e eu enviei o post "A história de nós dois", uma história que todo mundo conhece porque eu conto mil vezes, e a cada vez contando uma nova piada sobre a mesma história...
Em maio recebi o email de uma editora dizendo que tinha gostado muito da história e pedindo autorização pra publicar a mesma em um e-book especial que estava sendo organizado pela editora.
Eu fiquei super feliz!
Pow, já não sonhava em ser escritora faz tempo, mas era a MINHA história publicada por uma editora que eu sempre admirei...
Aceitei na hora... O cara disse que voltaria a entrar em contato.
Quando o cara entrou em contato, era enviando um termo de autorização pra publicação e a história com "uma pequena revisão".
Eu não ia ler, porque eu confiava na editora, mas lendo o email pela segunda vez, decidi ver as pequenas revisões.... Eu jurava que essas pequenas revisões fossem ortográficas... e tal... Quem lê meu blog sabe que eu sou um fracasso no português....
Quando eu comecei a ler a história, começaram os problemas.
Todo mundo sabe que Nando é meu primeiro namorado e além dele eu beijei apenas um doido aí... Todo mundo sabe que o Guii é meu melhor amigo e que a gente nunca ficou porque ele nunca foi a fim de mim... Todo mundo sabe que minha história com o Nando demorou no mínimo 4 meses pra virar namoro...
A versão da editora tornou o Guii meu namorado, eu me apaixonei pelo Nando estando com o Guii, perguntei sobre o Nando pro Guii e fiquei com o Nando sem terminar com o Guii.
Eu me revoltei, mandei pra editora um pedido de desculpas e minha recusa...
Porra, a história, quando colocada no word, dá  3 páginas... Eles revisaram a história de forma que ficaram apenas 2 páginas, mas com o meu melhor amigo como meu namorado, ocultando todas as brincadeiras e coisinhas que tornavam a história especial... Fez de mim uma louca que vai pro outro lado da cidade (na história era apenas o campus) com um estranho...
A versão da editora estava cheia de furos e absurdos... Se fosse uma história de ficção até que deixaria essas pessoas publicarem com essas alterações, mas, porra, estamos falando da minha história de amor, da minha história com o Nando...
Não me arrependo de ter recusado a publicação.
E agora tenho certeza de que eu não quero ser escritora... Não quero ninguém mexendo no meu texto.
__________________________

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Os 5 casais mais lindos que eu já li *-*


Antes de tudo, gostaria de pedir desculpas pelo sumiço e pelo bando reblogagem que fiz hoje pra poder deixar o blog + ou - em dia...
Hoje é dia dos namorados, mas eu passei o dia todo trabalhando... Meu dia foi bem corrido e não deu pra conferir o que foi publicado sobre a data... Então, eu posso ser repetitiva.
Minha dúvida era se eu fazia um playlist de namoro, se eu falava sobre os casais de filme ou se eu ficava no de sempre e me declarava pro Nando...
Resolvi falar sobre os casais que mais balançaram meu coraçãozinho nessa minha "vida literária".

Aidan e Anna (Tem alguém aí? - Marian Keyes)
A história de amor deles é bem curta, mas super linda... O Livro é ótimo por ajudar a superar a perda de alguém que amamos. E todos os sentimentos descritos no livro, todo mundo que já amou muito e teve uma relação que chegou ao fim já sentiu. O melhor do livro são esses flashbacks que contam a história do casal! É muito lindo!

Sr. Darcy e Elizabeth Bennet (Orgulho e Preconceito - Jane Austen)

Um amor que cala o orgulho... Esse livro me emociona demais... O livro, a minissérie, o filme... O casal me conquista em qualquer versão!

Mark Darcy e Bridget Jones (O Diário de Bridget Jones e Bridget Jones: no Limite da razão - Helen Fielding)
O que eu mais gosto da relação do Mark com a Bridget é que ela me lembra muito a minha relação com o Nando. Eu e o Nando já vivemos várias situações que me fizeram lembrar do livro...
Anna e St. Clair (Anna e o Beijo Francês - Stephanie Parkins)
É um romance bem adolescente, mas que me conquistou muito... Porque o St. Clair não é o mocinho poderosíssimo, ele tem problemas, ele não é tão forte... Ele é humano demais e tu olha ele e lembra de algum amigo e situações parecidas! É muito bom!
Gabriela Harrison e Padre Connors (Um longo caminho pra casa - Danielle Steel)
É o casal mais dramático e com uma história de amor muito curta e linda... Existe muita inocência no envolvimento dos dois... E eu odeio Danielle Steel pelo fim que ela deu ao casal!
Foi curtíssimo, né, gente?
Nem doeu!

Beijo e até amanhã!!!!

Esse post fez parte da Blogagem Coletiva dos Blogueiros Amigos
Participe você também!
________________________

terça-feira, 11 de junho de 2013

[Reblogagem] A Rainha da Futilidade Pública

E todas as manhãs ela acordava para contar o seu dia para aqueles que nem a conheciam...
E todas as manhãs, antes de fazer qualquer necessidade fisiológica ela preocupava-se em suprir sua necessidade de comunicação... E assim ela seguia, todas as manhãs...
Contava toda a sua vida sem contar com o fato de que alguém ouvia, lia, sentia o mesmo...
Na verdade, nossa rainha nunca contou com ouvintes e leitores... Apenas achou que era importante e foi lá falar!
A rainha da futilidade pensa que é alguém e pensa, ainda que pode dar opiniões... Mas, em uma linda manhã de sol converteram todas as suas (humildes) opiniões em (severas) indiretas e o circo pegou fogo, e máscaras caíram, amizades foram desfeitas, bloqueios foram acionados, começaram as guerras e... Oh!!! Dedos foram postos na cara de nossa rainha, como podem???
Nem falar dela mesma ela pode falar em paz... Quem esse povo pensa que é? Mais egocêntrico que nossa Rainha???
Eu, a rainha da futilidade, que fala de todos e ninguém, e que não faz questão nenhuma de ler e ouvir declaro encerrada essa história!
Eu quero voltar a falar livremente de mim mesma e quero expressar minha opinião sem que ninguém se ofenda ou aponte o dedo na minha cara todo ofendido querendo mostrar defeitos que eu sei que não tenho.
O meu reinado vem atrás de mim me comunicar de indiretas, mas essas eu ignoro, porque indiretas são despeito, não merecem meu respeito!
E digo maaaaaaaaaaaaais, em nenhuma dessas, que meu reinado aponta como sendo eu, eu me encontrei: só eu sei quem sou de verdade!... Que pena, né? Como acertar o alvo se nem comunicando o meu reinado de que falava de mim cês acertam???
Quem sabe até meu reinado é de aparências, como eu mesma sou!
HáHáHáHá
Agora, vâmo piorar a situação: o namorado chato é meeeeeeeeeu, a cara feia é minhaaaaaaaaa, a falta de pescoço é minhaaaaaaaaaaaaaa, os erros de português são meeeeeeeeus, o blog, o face e o twitter são meeeeeeeeeeeeus e eu faço a porra que eu quiser da minha vida!

Beijos e queijos!

Original publicado em 24 de fevereiro de 2012

segunda-feira, 10 de junho de 2013

[Reblogagem] Momentos finais: algumas histórias de normalização...

Fonte de imagem: Brasil Blogado
Eu normalizo há 4 anos, mas "normalizar pra fora" eu comecei há 2 anos... E sempre acontecem casos curiosos e alguns que me matam de rir quado passam.
A primeira mono que peguei pra normalizar, eu peguei por insistência de um amigo de jornalismo. Eu tinha muito medo de normalizar e ele queria muito que eu normalizasse a mono dele, daí eu aceitei... (arrependimento... Até hoje ele me joga isso na cara e eu o chamo de meu gigolô, porque ele me indica pra amigos e ainda quer uma porcentagem do que eu ganho com o meu trabalho, abafa!).
Sim, ele insistia pra eu normalizar a mono dele, e eu não querendo, e ele chorando por favores... Acabei aceitando. Ele perguntou quanto eu cobraria e eu perguntei pra todo mundo quanto cobravam, fiz uma pesquisa de mercado, custo e benefício e disse pra ele o valor. Acredita que o cara me fez fazer pra ele por menos da metade do valor que eu tava propondo? Pior, ainda queria que eu desse um desconto de 10 reais para cada novo cliente que me arranjasse.
Pois é, amigos, né?
Depois disso ele já me arranjou uns 5 clientes diretos e 3 indiretos.
Porque normalização é assim. Tu faz pra um, ele vai te indicar pra um amigo e o amigo vai indicar pra outro amigo e o amigo do amigo te indica pra outro amigo...
A maioria dos meus clientes eu conheci só por email e telefone. Você vai entender porque em breve... Mas, na verdade, eu prefiro... Principalmente quando mexe com dinheiro... 
Gente, eu me sinto muito constrangida na hora do pagamento, sempre peço pra eles depositarem! =P
Depois do primeiro cliente, vieram duas.
Uma a gente tratou só por email, foi fácil.
A outra, coitada, tava cheia de problemas com o orientador.
Ele queria que ela defendesse no semestre seguinte, mas ela tava determinada.
Ele devolveu a revisão pra ela no último dia de entrega da mono. E ela fez a maioria e me ligou querendo que eu fosse pra casa dela pra arrumar tudinho até 17hs (eram 11hs).
Falei pra ela que tava no trabalho, ela disse que me buscaria. Falei pra ela que tinha que almoçar, ela disse que eu almoçaria na casa dela. Disse que precisava de meu notebook e ela me fez prometer que 14hs eu ia estar pronta pra ir pra casa dela e normalizava tudo antes das 17hs.
A gente terminou a normalização 17hs em ponto, mas tinha que imprimir... O lugar onde imprimia tava com problemas. Aí, a gente saiu de lá já era mais de 18hs, pegamos todos os engarramentos que vocês podem imaginar... E entregamos a mono dela no meio da reunião de departamento, correndo o risco de não ser aceito.
Foi muito massa esse dia. Foi a primeira cliente que eu conheci de verdade... Porque ela me contou a história dela, da família... A gente partilhou momentos de tensão e alegria... Isso em uma única tarde... Foi muito bom...
Uma pena que amizades de normalização não duram muito... Porque a gente conhece pessoas muito especiais...
Outro caso complicado, foi um cliente que uma amiga minha indicou... Ele me sequestrou!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Sério, eu me senti assim!
Ele me buscou na UFMA e me levou pra casa pra normalizar um artigo em uma tarde também. Desesperado porque era pra entregar no dia seguinte.
Até aí, beleza!
Só que era de Direito e eu  nunca tinha pego um.
Só o fato de que era cheio de legislação já era complicado. Pro dia seguinte, mais complicado. Com o cara do meu lado, mostrando as normas pra ele e ele mostrando livros de direito, teimando comigo que eu fazia errado... Enfim, foi um inferno!
Uma normalização que eu faria em 3 horas, eu fiquei das 14hs até 22hs na casa dele... Trabalhando em cativeiro.
Prometi a minha mãe que nunca mais iria na casa dos clientes e tenho cumprido.
É muito complicado trabalhar com a pessoa do teu lado. Ela te distrai, não entende teu trabalho e quer que tu explique, ou faça diferente...
(Eu estou apenas destacando uns casos... Não vou contar todos, relaxem!).
Minha primeira dissertação!
O cara me enviou dizendo: relaxa, é só pra terça... tu tem 1 semana.
Ok, relaxei... Faço isso em uma tarde... Fui fazendo as monografias que chegavam e eram mais urgentes (porque o pessoal da graduação traz o trabalho num dia a noite e querem pro dia seguinte de manhã)...
Quando foi no domingo o cara ligou cobrando: "e aí, como tá? pode ficar pronto amanhã?".
Eu pirei...
Mas fiz o trabalho em uma tarde... Na noite do dia seguinte, ele já estava com o trabalho em mãos.
E foi muito massa, porque foi um desafio, sabe?
Os dois últimos trabalhos que normalizei também me chamaram atenção...
O primeiro, por a guria ser super legal, sabe... Super atenciosa e grata, mesmo eu não dando todos os milhões de descontos que ela me pediu. rsrsrs
E o segundo por ser exatamente o contrário.
Tipo, ela me pediu um desconto e eu dei de boa (Se fizer as contas, perdi 100 reais com minha bondade)... Só que ela nunca agradeceu nada.
Pediu pra eu revisar a versão final, que me pagaria, eu não cobrei (disse que não cobraria, e cumpri) e de novo... Nem um "Obrigada"...
Já tinha dito pro Nando que achei estranho... Foi minha primeira cliente que não agradeceu.
Aí eu tava com o Nando no telefone agora a pouco, foi isso que me fez fazer esse post!
"Ela te pagou a revisão?"
"Não, eu não cobrei, mas esperava pelo menos um obrigada"
"Ela nem te agradeceu? De novo?" 
"Não, acho que esperava que eu escrevesse no email: Obrigaaaaaaaaaaaada, por ter me permitido normalizar a sua monografia novamente..."
Enfim... Normalizar tem seus altos e baixos... E o que eu mais gosto é ler dedicatórias, agradecimentos e epígrafes...
É muito gostoso ler os agradecimentos que as pessoas fazem... Principalmente quando a gente percebe que é sincero. Há aqueles que escrevem como uma simples formalidade, até copia de outros...
Eu já apareci em 3 agradecimentos... (muito emocionada aqui)... *-*
É gostoso ver um pouco da história das pessoas em um pedacinho minúsculo de uma grande obrigação... Um dia falei pra uma amiga aproveitar os agradecimentos, porque era o único lugar em que ela seria ela mesma no TCC dela... E é!
Já li pessoas agradecendo a Deus, ao gatinho, a Iemanjá... Amigos de bebedeira, colegas de turma, família! E o mais tímido de todos: namorados e cônjuges!
"Obrigada por estar do meu lado nesses momentos difíceis"
"Obrigada por me ajudar nessa pesquisa"
"Obrigada por me apoiar durante todo o processo, dando dicas e compreendo minha ausência e me enchendo de carinho quando dava pra estar junto...".
A pior coisa que tem são as pessoas querendo que a gente agradeça apenas quem "contribuiu diretamente com aquele trabalho", ignorando os 4, 5 anos que passamos no Universidade, ignorando toda uma bagagem de vida que a gente carrega... Nos meus agradecimentos, eu agradeço a galera! Não me prendo... Ali eu sou eu... Eles podem até cortar, mas eu publicarei eles em algum lugar!
Sim, já tenho pronto os agradecimentos de minha monografia que não consigo escrever... ^.^

Original publicado em 15 de julho de 2012