Páginas

Dia D - O poema que começou uma história de amor...


Um amigo me convidou pra comemorar o "Dia D de Drummond" postando um poema ou fazendo qualquer referência a Carlos Drummond de Andrade.
Bom, escolhi o poema Memória por uma razão muito especial... Digamos que esse poema me fez enxergar uma pessoa muito especial em minha vida... Um, infelizmente, amigo que tem me ajudado pra caramba, me ensinado muito coisa, me conduzindo por caminhos que eu vinha desviando.
Enfim...
A ele dedico o poema que ele um dia me dedicou...
Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão.

Mas as coisas findas,
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Sonhos cada vez mais distantes...

Fonte de imagem:  Girl Friend
Cansada, triste, sufocada....
São tantos sentimentos ruins queimando em meu peito que não sei nem mais como agir... Apenas chorar, chorar, chorar... E chorar não resolve nada, só dá dor de cabeça depois.
Eu tô tão cansada de ter todos os meus sonhos frustrados por causa dos outros, tão cansada de lutar e não ganhar nada no final... Dizem que devemos plantar pra depois colher, mas quais frutos? Vivo em um mundo em que a teoria conta que pessoas que estudam, se esforçam, trabalham se dão bem, mas eu até hoje só me lasquei (desculpa a expressão) com os meus esforços e meus estudos. Só levei na cara por acreditar... Talvez o mundo seja, de fato, dos espertos.
Aqui estou vendo meus sonhos serem levados por correntezas de mentiras, por canalhices, por enroladas...
Eu queria tão pouco...
E a paciência tá cada vez mais longe de mim... Por mais que eu ore essas sensações ruins não passam.
E eu ainda tenho que conviver com pessoas dizendo que eu tenho uma vida fácil e feliz... Vem viver essas facilidades felizes, vem!

[Justificando erros] Ausência, poluição visual e saudade...

Fonte de imagem: Vida Simples
Olá, pessoas... Que saudade!
Nos últimos tempos eu só "figurava" aqui para postagens curtas e bem longe do normal de nosso blog, mas comecei mudando BG (ficou bem poluído, né?) e me animei um pouco pra voltar... Será que cola?
A vida tá meio bagunçada, é muita coisa pra dar conta... Tô terminando uma Pós-graduação, fazendo cursinho, trabalhando feito uma louca pra pagar as dívidas porque meu contrato tá pra acabar e como ficarei se não arranjar algo??? Ainda tem isso... Tô como louca atrás de um trabalho. Recebi convite pra morar em outros estados, mas, como disse Jayna, "alguém resolveu enterrar o umbigo perto de casa"... Não consigo pensar na ideia de morar longe dos meus pais... Assim, outra cidade ainda vai, mas outro estado requer grana demais pra poder vê-los... Paciência e oração, quem sabe algo aparece logo, né?
Ainda não consegui me encaixar em nenhum grupo na igreja, mas posso dizer que, fazendo um "temporário" no Círio de Nazaré, eu me animei bastante pra poder participar ativamente de um grupo...
São essas as novidades... Curso acabando, Concurso nenhum, Trabalho da igreja ainda não consegui um grupo, Trabalho na UEMA tá acabando o contrato, Normalização, graças a Deus, tá bondando... Ah, namoro!
Estava investindo em um certo rapaz... Na minha mente fértil tava tudo certinho. Ele me pediu em namoro e eu aceitei... Mas aí ele sumiu e quando voltou deixou claro que éramos só amigos. Vai entender, né? Então tá...
Parar de dar fora nos bofes com as esperanças de que a gente tá junto...
Enfim... Volto logo.

[Não gostei] O retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde


Acho que não tenho mais saco pra ser blogueira não... Mas sempre que surgir alguma coisa, vou dar um pulinho aqui e tentar escrever algo procês...
Hoje vou falar desse livro INSUPORTÁVEL que eu li. 
Normalmente quando não gosto de um livro acabo abandonando ele, mas o povo insistiu tanto, tanto, tanto que eu levei a leitura desse até o final e... tipo, como dizer... Minhas ideias a respeito dele não mudaram.
O livro é cansativo, tem uma linguagem chatinha (eu li a edição da Martin Claret, e a tradução parece ser em Português de Portugal), a história não é lá essas coisas... Tem um trecho ou outro interessante, em alguns momentos eu até fiquei um pouco obcecada pela história, mas nada que me fizesse pensar "nossa mãe, que livro bão!".
As pessoas me criticam muito por gostar mais de livros "vagabas" do que dos clássicos, mas gente... Não dá pra mim. Não gostei.
Comecei a assistir o filme, em breve falo sobre ele.

SINOPSE (via Skoob)
Versão de Oscar Wilde para o mito faustiano da perda da alma em troca dos prazeres mundanos, "O retrato de Dorian Gray" é um relato de decadência moral e punição, exemplo do humor cáustico e refinado de seu autor.
Dorian Gray é um belo e ingênuo rapaz retratado pelo artista Basil Hallward em uma pintura. Mais do que um mero modelo, Dorian Gray torna-se inspiração a Basil em diversas outras obras. Devido ao fato de todo seu íntimo estar exposto em sua obra prima, Basil não divulga a pintura e decide presentear Dorian Gray com o quadro. Com a convivência junto a Lorde Henry Wotton, um cínico e hedonista aristocrata muito amigo de Basil, Dorian Gray é seduzido ao mundo da beleza e dos prazeres imediatos e irresponsáveis, espírito que foi intensificado após, finalmente, conferir seu retrato pronto e apaixonar-se por si mesmo. A partir de então, o aprendiz Dorian Gray supera seu mestre e cada vez mais se entrega à superficialidade e ao egoísmo. O belo rapaz, ao contrário da natureza humana, misteriosamente preserva seus sinais físicos de juventude enquanto os demais envelhecem e sofrem com as marcas da idade.

Lista da pá, v.5

Fonte de imagem: CanStockphoto
:: Gente que trata mal a gente e não conta qual o problema;
:: gente que cobra que eu faça coisas que não posso/não quero/já fiz;
:: gente que não pergunta se você está bem, mas te trata mal o dia todo porque é tua obrigação estar;
:: gente que fala "olha que a gente não tem nada, imagina se tivessemos alguma coisa";
:: gente que trata como namorada e depois diz que você é só amiga... uma GRANDE amiga;
:: gente que não sabe o que quer;
:: gente que fala no whatsapp com a foto da namorada;
:: gente que coloca foto de casal em toda rede social e se comporta como solteiro;
:: gente acha que é casal até quando tá sozinho;
:: gente que coloca obstaculo em tudo.

[Pensamentos soltos] A teoria do elástico

Fonte de imagem: Estou sem criatividade para bolar um título bacana
Eu consigo ter um coração bondoso quando estou em paz, mas a maior parte do tempo eu sou tempestade... Uma cristã em constante oração para conseguir um novo coração.
Em um desses raros momentos de paz, eu me permiti pensar um pouco sobre a nossa forma de julgar as pessoas... Não sou dona da verdade absoluta, nem da verdade sou. Mas, permito aos amigos conhecer parte dos meus pensamentos/teimosias... As coisas que eu matuto antes de dormir e eu estou quase dormindo... Meu pequeno momento de paz.
Quando a gente pensa no fim de uma relacionamento, a gente sempre procura um culpado pra alguma coisa antes de simplesmente aceitar o fim. A verdade, pra mim, agora, é que se arrebenta aquele que descobriu primeiro o "não damos certo". Se arrebenta porque não sabe como dizer ao outro, se arrebenta porque na falta de coragem sai cometendo muitos erros.
É preciso ser forte pra chegar no outro e se arrancar de seus sonhos. Consigo me fazer entender?
Quando a gente ama, é cego pra verdade... Quando passa o amor, percebemos aos poucos a realidade que rondou/assombrou os nossos sonhos...
O primeiro a descobrir que o amor não é pra sempre, não é verdadeiro, tem um fim é o que se F%*$ primeiro... Porque passa muito tempo carregando uma mentira. É ele que, no fim das contas/do relacionamento, vai levar a fama de mau. É ele que vai aguentar um monte de pensamentos negativos, desejos sinceros para que seja eternamente infeliz.
O último a descobrir o fim da relação talvez sofra com as incertezas, o comportamento estranho do outro... Mas vai ter tanto apoio e tanto desejo de que seja feliz, tanta vibração positiva, tanto analgésico espiritual... Que o sofrimento durará apenas alguns meses.
Eu sempre tentei ver o lado do vilão do fim da relação... Até no meu caso. Eu me preocupei bastante com o "vilão" da minha história, conversava com os amigos dele, questionava da saúde dele (e isso me preocupa até hoje rsrsrs)... Nunca fui capaz de desejar mal algum a ele (também nunca consegui conversar com ele depois que a poeira baixou)... Pensava apenas que ele deveria ter sofrido demais ao perceber antes de mim a verdade... E eu o entendi ainda mais quando eu tive alguém ao meu lado cheio de sonhos em que eu não me via, nem me imaginava.
Quando um cara passa tempo demais com uma garota e larga "de uma hora pra outra", ninguém consegue ver que durante todo aquele tempo que os dois estiveram juntos, o cara tentou ser/realizar os sonhos dela... Ele queria muito, mas também tinha os seus.
No fim da relação, a gente só se preocupa em classificar o mocinho/a mocinha e o vilão/a vilã... O fim de uma relação dói pra cacete, mas há toda uma história antes daquele fim e ela precisa ser enxergada.
O fim da relação só é de repente para quem ama, faz-se cego... Quem o percebe primeiro passa tempo demais carregando a relação doente em UTI.

#‎promessaspromêsquevem‬ Minha meta pra outubro...


Fonte de imagem: A Bíblia responde
  • Perder 10 Kg
Eu tô pesando 72kg agora... Minha meta pessoal é chegar aos 54kg, mas me sentiria muito feliz pesando 62kg.
  • Focar nos estudos
Estou fazendo o cursinho, mas minha rotina não me permite revisões. =(  Eu queria mais tempo livro pra fazer isso. 
  • Abolir o palavrão
Tô falando só "porra", mas "porra" é muito feio de se falar. Não combina mais comigo! Não quero mais falar!
  • Engajar em algum grupo na igreja
Esse é um desejo antigo já... Mas devido a alguns problemas técnicos (tempo), ainda não consegui fazer... Nada que não possa ser resolvido em outubro.
  • Cuidar da Liga dos voluntários
Meu grupo tá meio abandonado... Sinto falta daquele ânimo de antes pra se juntar e fazer alguma coisa. Infelizmente, o tempo...
  • Ler 4 livros no mínimo
Eu tô meio fraca nas minhas leituras. Acho que não li 2 livros em setembro.... =(
  • Usar menos cartão de crédito
É um absurdo pagar praticamente meu salário todo em cartão de crédito. Esse mês eles ficarão em casa e eu nem triscarei até terminar de pagar tudo.
  • Fazer 30 minutos de exercício sem pausa
Já consigo fazer 5 minutos!!! UhuH!!!
  • Correr uma volta completa no Parque Bom Menino
Quando eu vou correr lá, não chego a dar meia volta correndo, então dou apenas 3 voltas caminhando e fim.
  • Sair com meus amigos
Saudade de conversar com esses aliens...