Páginas

Um reencontro com... Quem é vocÊ???????????

"Nossa, não sai dessa biblioteca, né?"
Eu, penso baixinho, já que algumas vezes a voz não sai:
"Isso não é da sua conta!"

Sem palavras

Então, as palavras sumiram e minha voz se fez ausente quando mais precisava me ouvir...
E assim, repito velhas falhas, ainda não melhoradas, nem abandonadas por mim.
Então, me calei, de novo e de novo e sempre, quando precisavas ouvir minha voz... Ainda te pergunto o que sentes, mas calada estou... Já não sou consolo... Nem luz...

Primeiro sentimento: amor

E de repente, minha mão se fez suada em tua presença...
Teus olhos, até então invisíveis, se mostram presente, marcantes em minha vida...
Meu dia-a-dia constitui busca infindável por tua companhia...
Hoje descubro-me apenas gritando teu nome, em meio a escuridão ou à inconsciência de que vivo.

O medo

Mãos frias... Olhos abertos... Apenas o Pânico!
Medo de perder, estar no local errado, falar coisas erradas, fazer mais besteiras...
Pernas bambas... Tremores...
Um coração saltitante, mas não de amores... o medo tomou conta!
Suas ações já não são mais suas...

A resposta

Não adianta dizer que não é minha culpa, se em teus olhos nada mais vejo além de dor... Se da tua boca só sai palavras amargas a mim dirigidas em meus momentos de confusão... Não tenho nada a lhe dizer, mas tento te dar força a minha maneira...
Ainda ouço vozes me dizendo que já tua não sou... Que nos teus braços outras pessoas dormirão em momentos que um dia eu pude sonhar.
Diariamente os teus lábios se separam dos meus...
Diariamente eu choro os sonhos que não poderemos viver...
Diariamente me entrego à dor do não saber...
A insegurança que tuas palavras causam é o que me faz chorar...

Um dia de sono...

Um dia dormindo...
Dois passando mal...

Agora eu vi a chuva...

Pronto!
Passei horas admirando a chuva amiga... Deu pra matar a saudade... Agora, vai embora!
É uma pena não mandar no tempo, bem como não poder controlar nossos sentimentos...
Hoje estou em paz, e não devo a paz do meu sorriso a mais ninguém além de mim...
Devolvi aos meus dias as cores que ele nunca perdeu... apenas resolvi valorizar o que possuo... Mas o que possuo?O que é meu de verdade?

E o sol nasceu em sua vida...

É engraçado as coisas que estar comprometida nos apresenta... Ou nos apresenta aos outros.
De repente, de imagem apagada, desfocada ou invisível, me fiz presente e minha ausência se tornou marcante na vida de alguns.
Enfim... Eu voltei a existir!
Descobriram que eu estava aqui o tempo todo e agora sentem minha falta...
Estar comprometida revela milagres...
Como aquele carinha que você paquera por anos dar conta de sua existência... Ou as suas amigas descobrirem o quanto você faz falta na vida delas, o quanto elas gostam de te ouvir, quando na verdade antes disso elas apenas te pediam para calar a boca...
Hoje você não é mais a estúpida de sempre...
Hoje você é comprometida e "não dá mais bola pra gente"...
Hoje o teu sorriso está estampado, presente e você grita que é feliz despertando a inveja até daqueles que há pouco descobriram a tua existência...

Mais uma vez... O choro!!

E o meu "interno" vomita palavras que eu ainda quero calar...
Estou em uma bolha invisível, isolada do mundo por meus sentimentos cada vez mais fortes, cretinos, terríveis...
Insisto em lutar por coisas que não quero e imaginar o que não existe... Cuspir palavras ou engoli-las sem querer dar explicações... As explicações me matam muito mais do que simplesmente sentir o que sinto...
Faço perguntas e temo as respostas...
Eu quero ficar calada, quero sumir... Mas eu preciso antes cuspir essas malditas palavras...
Eu me perco nelas...
Elas me sufocam...
Mas ainda sonho com mundinhos cor-de-rosa... Talvez este seja o problema... Meus sonhos nunca vêm sozinhos. Estão acompanhados pelo medo da não-realização... Estão acompanhados pelo meu medo de ser feliz, ou de tentar fazer valer a pena...
Eu me odeio mais a cada segundo!!!!

Daqui a 10 anos...

Daqui a 10 anos...Tudo estará em paz. Eu estarei adulta, estarei segura e não te deixarei jamais. Antes o que era medo agora é bobagem e tudo que tenho e sinto é a certeza de que te quero ao meu lado. Mais que isso, te imagino ao meu. Coisa que a pouco não era capaz... Agora, tento apenas vencer o medo que me são impostos mensalmente... Mas queria que a certeza do que sinto seguisse contigo mesmo assim. Eu te quero do meu lado! Eu amo tua companhia! Eu aprecio teus esforços! Eu sou grata por todos os momentos que passamos juntos! Eu tenho a impressão que te amarei sempre mais... Não sendo necessário esperar 10 anos... Mas daqui a 10 anos eu tenho certeza de que serei feliz e que você estará ao meu lado...