quinta-feira, 31 de março de 2011

Acabo de descobrir que não tenho Deus em minha vida...

Sim, gente, cês leram certo!!!
EU NÃO TENHO DEUS!!!
Me afirmou isso um protestante agora mesmo....
Puta falta de sacanagem... Agora eu descobri que venho conversando sozinha antes de dormir... Deus nunca esteve ali... Eu sempre estive falando só!!!
Gente, toma cuidado... Deus é um ser cruel que vai embora, te deixa sem ele e nem avisa!!!
E você fica tipo assim... tipo eu...
Falando o tempo todo sozinha, achando que ele tá lá, do seu lado...
Porra, valeu, hein....
Se não fosse por você eu nunca saberia que Deus não tava aqui... Valeu mesmo!!!
Ufa... Será que devo procurar outro... Me sinto tão carente de Deus, depois de saber que ele foi embora...
kkkkkkkkkkkkkkkk
Sem brincadeira gente...
Eu sou católica, pratico praticamente (nussa...) desde que comecei a namorar o Nando... Mas, por acreditar em vida após a morte, reencarnações e tals... Eu fiquei só no batismo mesmo... Vou a missa todos os dias (kkkkkkkkkkkkk - MENTIRA!)...
Eu digo que sou católica mais por eu ir a missa e ser batizada mesmo... Eu acredito em coisas demais pra seguir uma religião apenas...
Acima de tudo, acredito em um DEUS ÚNICO!
Fica a dica pro próximo que quiser me fazer encontrar Deus: ELE ESTÁ LÁ EM CASA!

quarta-feira, 30 de março de 2011

Recomeçar?

Sinto perdida nas mil voltas que minha cabeça é capaz de dar. Parece que segue uma regra a qual não quero estar presa.
Meus dias seguem, e eu conto as horas. Já não é chegado o tempo do reencontro? Eu não pareço forte o suficiente para vivenciar tudo o que... Não vai ocorrer nada.
Continuaremos no ponto em que paramos, e não paramos em ponto algum. Maaaaaaaaaaaaas... Deveria existir um lugar. Deveria haver um ponto...
Isso indica um recomeço?
Recomeço de quê, se nem comecei?!
Em:15/03/08

terça-feira, 29 de março de 2011

Sem regras...

Quebrei as regras do jogo... Voltei a agir por impulso, mas desta vez não me arrependo. Pelo contrário, eu penso em ir além. Quero conhecer meus limites, descobrir meu maior desejo e correr para realizá-los.
Quero parar de contar com um dia que pode não existir. Amanhã é tarde. Eu posso não estar mais sentindo o que sinto hoje, eu posso resolver me lamentar pelo ontem me esquecendo completamente do agora, ou, o que é pior, eu posso não estar mais aqui.
Eu vou correr atrás do que quero e vou fazer de tudo para dar certo.

Em: 23/05/08

domingo, 27 de março de 2011

Oração

Senhor, 
Obrigada pelas benções que derramas em minha vida. 
Obrigada pela companhia única e sincera... Obrigada por estar ao nosso lado... 
Senhor, agradeço, em especial, mais um ano de vida do Nando... Abençoe sempre seu caminho, Pai... 
Não nos abandone... 
Amém!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Sonhos de menina

Já não sou menina, 
Hoje sou mulher... 

Mas meus sonhos ainda são os mesmos... 
Algumas vontades permanecem iguais... 

Já não sou menina, 
Hoje sou mulher... 

Aqui mora a loucura... 
O sonho de ser maior do que sou... 

Já não sou menina, 
Hoje sou mulher! 

Tão pequena na realidade, 
Mas enorme em sonhos e vontade de viver... 

Já não sou menina, 
Hoje sou mulher... 

Deitada em teu colo, 
Me entrego a realizações... 

domingo, 20 de março de 2011

Oração

Que a paz e a certeza de que novos dias virão nos acompanhe essa semana.
Que estejamos atentos aos chamados de Deus... Que ouçamos seus conselhos em forma de consciência.
Que possamos aprender com nossos erros mais do reclamamos por tê-los cometido...
Que Deus nos abençoe com sua presença ao longo da semana... de nossa vida!
Sejamos instrumentos desse amor...
Amém.

sábado, 19 de março de 2011

Mudar a direção dos olhos, essa é a lei

Querer acordar pra vida não é acordar. Abrir os olhos não significa nada quando continuamos parados. Não dá pra mudar o mundo apenas com o “poder da mente”.
Falta ação!
Ficar “parado em seu apartamento com a boca escancarada cheia de dentes esperando a moooooooooooooorte chegar” não seria uma atitude (na verdade, falta de atitude) mais apropriada. Como disse, não vamos mudar o mundo só por achar que queremos mudar.
Querer é poder quando se faz algo para consegui-lo. Fazer algo para conseguir não significa abrir os olhos e dizer “acordei”.
Acordar é levantar-se e fazer coisas que tornem o seu dia produtivo. Algo que não realize apenas você.
Devemos (e precisamos) tirar o foco de nossa direção. Quando nos preocupamos mais com o próximo, esquecemos um pouco dos nossos defeitos, saímos um pouco de nossos problemas e... OH! Essa distância nos ajuda a perceber quando e porquê ele surgiu, e assim encontramos a solução.
Em: 17/03/08

sexta-feira, 18 de março de 2011

O ontem de ontem... O agora de hoje

Caramba!
Uau...
Nooooooooooooossa...
E pensar que foi ontem que... Mas... Foi ontem! Só que essas coisas levam tempo, então não foi ontem.
Humm...
Falando em ontem, ontem eu reencontrei um “velho” amigo e tivemos uma das conversas mais produtivas de todos os tempos!
Rsrsrsrs
Geente, eu to numa falta de assunto...
Vâmo falar sobre sentimentos, isso sempre rende.
Nós, meninas, passamos hoooooooooooooooras discutindo sobre isso. É insuportável...
“o que tu acha que ele acha que eu achei do que ele achou do que eu achei que ele sente?”
“Acho que ele me O-D-E-I-A...”
“Será que vamos ficar juntos algum dia?”
“Ele gostou de mim? Pergunta se ele gostou de mim!”
Aff...
É por essas e outras que vou, literalmente, desencalhar de sentimentos. Cansei de me sentir insegura diante de alguém. Cheeeeeeeeeeeeeeeeeega de querer agradar. Não quero mais saber de chorar pelos cantos por que ele foi mais frio, rir por ele ter feito piada de qualquer besteira, ficar confusa por ele agir diferente perto dos amigos...
Cansei de sentir, eu quero viver!
Em: 11/03/08

quarta-feira, 16 de março de 2011

Sem culpados...

Estou sentada em um ponto qualquer da UFMA. Agora dei disso... Me vem um estalo e eu paro e começo a escrever. Alguns acham que bebi... Bom, a última coisa que bebi foi um Danone... Será que isso mata?
Queria dedicar alguns segundos pra resolver meus problemas. Queria ter tempo para analisar minha vida e entender exatamente o que eu fiz de errado.
Isso é melhor do que culpar os outros por problemas que eu criei e deveria resolver ao invés de ficar chorando. E isso eu faço muito...
O culpado disso tudo não é Deus.
Se estiver doente, a culpa é minha. Fui eu quem se esqueceu de cuidar da saúde. Ele me deu um corpo saudável, eu cuidei para que ele enfraquecesse.
Não posso culpar ninguém.
Eu deveria parar, também, de me iludir com a idéia de um laço de amizade perfeito. Amigos perfeitos são “lenda urbana”, como diria Duriaux.
Eu tô confusa...
Sou muito confusa!
Se alguém aí me entende que atire a primeira pedra!
Ai! Seu filho da... Brincadeira!
Em: 27/03/08

terça-feira, 15 de março de 2011

Esperando o fim

Parece que eu espero o dia inteiro pelo horário em que possa dizer “é justo, vou dormir!”.
Esqueci das minhas obrigações, enterrei meus sonhos, sigo em uma viagem sem destino ou razão.
Minhas asas foram arrancadas, mas eu sou empurrada para a beira do abismo, e todos acham que serei capaz de levantar vôo...
Em: 12/04/08

segunda-feira, 14 de março de 2011

O conselho de tia Sol

Não consigo me concentrar nos estudos... Eu quero dormiiiiiiiiiiiir...
Mas, quando consigo me manter acordada, penso no que aconteceu hoje, ontem e o que poderá acontecer amanhã.
Meus queridos, um conselho que lhes dou (e é de graça): não se apaixonem. Não troquem “felicidades momentâneas” pela dúvida da “felicidade eterna”, por que esta coisa no ecxeste!
O momento de ser feliz é o presente.
Não jogue sua felicidade pro futuro, nem duvide dela.
Não viva em função de um futuro que você não sabe se vai existir. Não viva pra alguém.
Seja seu!
Você SE pertence!
Você é capaz de ser feliz sozinho, basta encontrar um equilíbrio que não é, nem está em alguém.
Você é a chave.
Em: 15/04/08

domingo, 13 de março de 2011

Oração

Senhor, 
sei que são certos os teus caminhos, e tão desgastante e desgraçado os caminhos que os homens inventam que devemos seguir...
Eles querem encontrar amor onde não há.
Juntar diferenças...
Pai, eu sei que o amor é algo extremamente espiritual e que está além da capa... Além do corpo que nos foi dado nesse mundo. Sei que não é errado um homem encontrar amor em outro homem, ou uma mulher encontrar amor em outra mulher...
Eu desejo que meus semelhantes possam ver isso: o amor está além do corpo.
As regras foram inventadas por eles, homens... E a Bíblia tem suas palavras frequentemente distorcidas...
Eu peço, Senhor, que nós, humanos, pequenos em sua ignorância, possamos enxergar além do que a sociedade quer impor...
Eu desejo, Senhor, a paz daqueles para aqueles que apenas procuram sua identidade, seu amor, e sua felicidade... E a compreensão de quem não as procura e não a tem.
Amém.

sábado, 12 de março de 2011

(Dia do Bibliotecário)

Choooooooooooora, que o hoje é o meu dia!
Grita “Parabéns, Sol!”!!!!!!!
Obrigada, obrigada, obrigada...
Minha vida parece normal vendo daí, né?
Mas num é... Num tá...
Tô confusa... Meio louca, tende?
Parece que até hoje eu só fiz, e faço, besteira! Eu sei que a criança que está dentro de mim não pode morrer, maaaaaaaaaaaaaaaas... Ela deveria pelo menos dormir um pouco e deixar... Não deixar a adulta pegar no sono.
E como ela é preguiçosa...
Caramba, nessas veias correm venenos!
Yes, “VENENOS”!
Rsrsrsrsrs
Tô tão cansada...
Sabe, o cansaço é tão grande que diante de qualquer problema, até os mais corriqueiros, eu me escondo. É como se eu tivesse perdido a coragem pra enfrentá-los.
Em: 12/03/08

sexta-feira, 11 de março de 2011

Como dizer que sou virgem??? Com a boca!

Situação estranha essas em que a gente tem que explicar que é virgem....
Depois de certa idade, eles já nem perguntam mais, vão logo pra pancadaria...
É o meu caso... Tenho 24 anos, sou virgem e tenho vasta experiência nesses momentinhos constrangedores...
Se eu vomitar,sentir tontura, muito sono ou qualquer coisa... Os médicos, homens, sempre fazem aquela cara constrangida que me faz saber que "lá vem aquela pergunta"... 
"Sem chances" - Eu respondendo a cara deles sobre as chances de eu estar grávida.
As mulheres não... As mulheres vão direto ao ponto:
"você manteve alguma relação sexual sem preservativo?"
"nem com..."...
Aí, elas fazem uma cara de preocupada maior ainda.
Pro meu namorado foi moleza...
Pra minha mãe...
Bom, pra minha mãe eu pergunto de vez em sempre se ela acha que eu sou virgem, ela diz que não sabe e e eu digo que sou... Ela ri desconfiada....
A maior parte das minhas amigas riem quando falo tão sorridente sobre sexo... Pois sabem que eu não faço nada...
Os meus amigos me incentivam a fazer (algumas amigas minhas também...)...
Mas, eles me perguntam, antes mesmo de dizer oi, como vai o hímen (das mais variadas formas...)...
"Ele tá aqui... firme, forte, intacto...".
Não tenho pressa pra perder a virgindade... Eu quero, mas não tenho pressa...

quinta-feira, 10 de março de 2011

O peso da preguiça

“Sentado em minhas costas há um enorme elefante...”
Ontem eu senti o peso da idade... Apenas com alguns passos eu consegui perder o fôlego!
Maaaaaaaaaaaaaas... Eu dei um passo enorme. Resolvi adiar um pouco um problema, deixei pra muito depois o que não sou capaz de resolver agora.
Fiquei um pouco triste, ao contrário do que esperava... Esquece!
Certas coisas não são boas de lembrar e eu quero ler isso daqui a 100 anos e lembrar os bons momentos que vivi, rir do pouco que sabia, do quanto fui tonta...
Daqui a 100 anos, e ainda nesta vida, eu vou voltar ao meu passado... Não para lamentar por minhas rugas ou por meus pequenos atos como faço com apenas 21!
Espero ser um gênio com 121 anos... espero sorrir e não reclamar de nada... O que é difícil, já que com 21...
Em: 08/04/08

quarta-feira, 9 de março de 2011

Cheia de esperanças

Cansei de me anular para satisfazer amigos. Minha vida vai mudar. Não vou contar em qual aspecto, mas é tempo de mudança.
Falar menos e agir mais. Esse é o lema do ano. Eu sempre falei muito que mudaria, mas nunca dei um passo para que essa mudança ocorresse.
Tô meio confusa...
Descobri que alguns valores só existem na minha cabeça. O mundo não está pronto para viver isso tudo.
O dia não acaba quando o sol se põe...
Não quero mais viver sob a sombra de alguém. Não quero viver pra alguém, quero viver por mim, pra mim!
Hoje acordei pra vida e descobri que, dormindo do jeito que estava, nada seria feito para melhorá-la.
Vâmo deixar de hipocrisia... Sempre falei das mudanças que queria ocorressem nos outros e pouco fiz por mim.
Quero agir mais de acordo com o que penso, por que o que sinto não me levou a lugar algum.
Sim, acordei!
Valeu, Duriaux!
Tuas palavras trouxeram conforto ao meu espírito, luz aos meus olhos e calor à minha vida!
Em: 10/03/08

terça-feira, 8 de março de 2011

Quando gira o mundo

Impressionante!
As pessoas que me pedem pra calar agora são as mesmas que... O que eu tô falando?
Por algum motivo estou cansada e triste. Tive coragem e força pra chegar até aqui, mas não sei como vou fazer pra ir embora.
Sinto um vazio enorme...
Esta semana foi horrível!
Tomei muitas decisões, vi, ouvi, senti tudo o que não quis sentir, ouvir e ver numa vida inteira. Muita coisa ganhou sentido, muita coisa se perdeu...
Venho com vontade de fazer muitas coisas, e de não fazer mais também... Tenho vontade de falar com muita gente e de não falar mais também!
A temperatura está baixa demais pra dizer que tomei decisões de cabeça quente.
Eu tô cansada...
Quero dar sentido à minha vida... Quero fazer coisas novas, conhecer pessoas... Pensar no futuro sem vivê-lo agora.
Quero sonhar, isso não é errado. Só não quero me perder nesses sonhos. Não quero delirar.
Eu quero voltar a ser quem era.
Quero descobrir quem sou... Se sou isso que sou agora, ou se sou aquilo que fui.
Em: 18/04/08

domingo, 6 de março de 2011

Oração

Querido Pai, 
Estou grata por todas as benções que derramas em minha vida. 
Que nossos dias sejam melhores e que a vida nos perturbe cada vez menos com seus dramas... 
Que tenhamos paz, saúde e que nossas mentes estejam abertas e ligadas para receber o novo. 
Que a semana que se inicia seja abençoada com tua presença... 
Esteja ao nosso lado, proteja-nos, e perdoa-nos... 
Amém.

sábado, 5 de março de 2011

Tenho medo... Me abraça...

Tenho medo de tudo que te afasta de mim. Minhas loucuras, meu ciúme, minha insegurança, a distância pequena de nossas casas... Tenho medo que tudo isso aumente, se multiplique pelo simples medo de te perder de vez... 
Me sinto insegura com cada demora de telefone, com cada mensagem não respondida, com cada abraço não dado, perguntas não respondidas e a falta de beijo nos nossos encontros... Ok, isso já não é mais problema... Beijo adolescente não falta mais... 
Mas, apenas queria dizer que sinto medo de te perder... 
Sinto medo, ainda, de que não sintas mais o que eu sinto... 
Sinto medo de que esteja ao meu lado apenas por medo, comodismo... qualquer coisa que não seja amor...

sexta-feira, 4 de março de 2011

Eu não sei dizer o que quer dizer o que vou dizer...

Mais perdida do que Zeca Baleiro cantando Lenha... 
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk 
Eu não sei ainda o quero da vida... Sei com quem quero ficar, mas apenas estou perdida com relação a minha vida profissional. Eu sei que eu to na reta final do bagulho (meu curso, Biblioteconomia) e que eu deveria saber o que eu tô fazendo, mas... Eu não sei nem bem o que eu vou defender na minha monografia... 
Todos os meus projetos já foram recusados. Creio que ninguém naquele Departamento queira me orientar (quem vai orientar uma desorientada como eu?)... Me sinto cada dia mais burra quando o assunto é o meu curso. Não tenho ânimo pra ler, mal estudo para o concurso que me enchi de dívida pra fazer... 
Legal, né? 
Espero um dia saber o que faço, porque essa idéia de estar sem rumo me perturba... Eu tenho sonhos, tenho desejo de ter minha linda família com 300 crianças... Mas, eu preciso de meios para sustentá-las... 
Me sinto burra... Me sinto péssima...

quinta-feira, 3 de março de 2011

Lembrei das loucuras das férias

Quando eu era pequena, minha casa vivia cheia nas férias. Somos 4 irmãos, e ia no mínimo 2 primos passar as férias lá em casa. A casa lotava. 
E a gente fazia um monte de besteiras... Tipo, a gente inventava de almoçar fora. 
Pegávamos as cadeiras da cozinha e colocava ao redor de uma mesa de pedreiro que ficava no quintal e brincava de restaurante. 
Fazíamos amigo invisível quase todo dia. E o massa era os presentes de meus primos. Minha prima uma vez enrolou bosta num jornal e deu pro meu primo de presente. 
E quando minha vizinha se apaixonou pelo guri da rua de baixo, todo mundo tomou as dores e ia, na rua de baixo, infernizar a vida da namorada do cara... (barra pesada...). 
A gente passeava muito de noite. Mas, era escondido. 
Desde que eu sofri um seqüestro relâmpago, mamãe não gostava da gente saindo lá da rua... Mas, a gente ia... E passeava nos lugares proibidos: a rua de baixo, é claro... Pra minha vizinha ver o cara que ela era a fim... A avenida, onde casais e amantes se encontravam e a gente ficava na baixaria: “aperta que ela peida! Se demorar muito ela caga”... 
Ah, um detalhe: essa igreja enorme não existia! Ali era só um matagal... Nem viva Angelim tinha, ali era um lixão. E era escuro (foi ali que eu fui seqüestrada)... 
Aquela área só era limpa quando vinha circo ou parque pra cá... falando em circo... Eu já disse que eu odeio circo 
? Uma vez, eu passava ali pra ir pra casa da Mann e um leão fez aquele som enorme (rugiu?)... Cara, eu sai a mais de mil! 
E o pior é que toda a minha turma era empolgada pra ver esse maldito leão... E pra mim, aquela pata que era maior que minha carinha angelical iria acabar com a minha vida... 
Nunca fui a um circo, mas os odeio com toda a força do meu útero.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Clube dos detetives

Quando eu digo que tive infância, muitos duvidam pelo meu comportamento... atípico para minha idade! Kkkkkkkkkkkkkkkkk 
Mas, eu tive crianças, acreditem! 
Assisti O Rei Leão mil vezes e dividia a locação com o meu vizinho (quando ele devolvia eu pegava, e vice-versa) , desci ladeiras enormes de patins e não morri, ralei muito meu joelho brincando no quinta e caindo correndo na rua... Dublei Chiquititas na escola... Dancei a dança da bundinha sem vergonha nenhuma na cara e, o que mais marcou minha infância: tive um clubinho no quintal. 
O clube em questão era o Clube dos detetives... Uma besteira, no fundo... Acho que essa parte dos detetives nem durou muito. 
O clube: uma espécie de lona era o telhado... Parecia um barraco de sem terra... Era só um plástico preto e um monte de pau que segurava... Embaixo, uma bagunça que na nossa época fazia sentido... Fazia a gente pensar que aquilo era tipo... A casa da árvore dos americanos... 
A missão: a gente seguia as pessoas nas ruas, marocava o que elas faziam e depois a gente contava assim... 
O fim: o clube do detetive acabou porque na base era só eu e o meu vizinho. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Passou a ser apenas um lugar onde a gente brincava... Lembro que era uma aventura ir no quintal a noite (minha mãe não gostava nenhum pouco). Todo mundo pegava um pouco do seu jantar e jogava num saco qualquer (que nojo) e ia pro quintal da minha casa comer no clubinho... 
Parece estranho, mas a comida parecia bem mais gostosa quando a gente comia lá!