Páginas

[Dica de leitura] La Lune - Lorena Silva

Fonte de imagem: Skoob
Aproveitando que o sistema está fora do ar pra postar algumas coisas com certo atraso... Fui nos rascunhos e encontrei algumas dicas sobre o que escrever.... Simbora.
Eu li o La Lune no começo do ano, acho...
Lembro que o livro me chamou atenção por ter uma linguagem que lembra muito o mangá. É uma história que a gente lê e já imagina desenhada em preto e branco. A Loh (aqueeeeeeeeeeela do blog da Loh) soube desenvolver bem a história, o mistério, o romance e... Cara, eu ia mandar um spoiler!
Quando eu li a sinopse atrás do livro, já imaginei que se tratava de uma história de "prostitutas que amam", algo meio Uma linda mulher srsrsrrs... Mas quando comecei a ler, senti vergonha, porque a própria Seraphine se queixa direto do preconceito com as garotas que trabalham a noite. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Enfim...
Segue as sinopses... Boa leitura!

Fonte de imagem: Estranho mundo da Loh
SINOPSE (via Skoob)
La Lune - Seraphine leva uma vida dupla. À noite é a principal dançarina do “La Lune”, um famoso clube Noturno que fica no centro da cidade e durante o dia, é uma quieta e introspectiva jovem vivendo num apartamento com um gato e alguns livros. 
Jovem, bonita e talentosa, a estrela do “La Lune” é alvo de uma evidente paixão por parte de Adrian, seu protetor e chefe e também da inveja de Lara Lovely, uma companheira dos palcos que não perde a oportunidade de atazaná-la pelos corredores do clube.
Sua vida começa a mudar quando, Ian, um estudante de psicologia inteligente e amigável, muda-se para o apartamento diante do seu e começa aos poucos a transpor a barreira de quietude e rotina em que Seraphine vive oferecendo a ela sua amizade e apoio, ficando ao lado dela mesmo quando um segredo antigo começa a revelar a estranha natureza das pessoas ao seu redor fazendo-a perceber que nada afinal, é o que aparenta.
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Sobre a louca que escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Tenho 31 anos, estou tentando me reapaixonar por tudo o que escolho... Sou formada em Biblioteconomia, recém-convertida católica (ainda que batizada desde 1995), estou aprendendo a lidar com a ansiedade e tenho pensado em tentar falar sobre a luta e o aprendizado diário... Viver requer paciência, e eu não tenho.