domingo, 12 de julho de 2015

[Virei mocinha] Batons preferidos

Estou com preguiça de escrever... 
Buáaaaaaaaaaa....
Mas eu quero tentar postar...
Enfim... Preciso me afastar um pouco do trabalho pra não surtar, vou blogar rapidinho.
Antes de mais nada, quero explicar que eu não tenho intenção de ser blogueira de moda... apenas quero partilhar a minha experiência de ser mulherzinha... sim, me tornei.
Acho que é típico de quem sai muito com menino não ligar muito de se "travestir" (eu disse "acho" numa tentativa de mostrar que eu não generalizei... não preciso nem dizer que essa não é uma pesquisa científica, né?).
Como começou meu amor por batons... hummm... Começou com o batom de chocolate da avon (gente, não sou dessas loucas por maquiagem que sabe o nome de coleção e nome de cada tom, tenham paciência comigo), ele era baratinho, custava 5 reais e tinha o gosto maravilhoso, tanto que acabou rápido... comi o batom todinho.
Depois dele, comecei a comprar outros da mesma marca: café avermelhado, café (odiei, troquei por um da Quem disse berenice na primeira oportunidade), melancia, morango (parecem iguais, mas são diferentes) e.... chocolate. Mamãe brigou, me chamou de gastadeira. kkkkkkkkk Mas eram gostosos, literalmente...
Depois comecei a comprar batom só pra ajudar a moça  que trabalhava comigo... Ela vendia natura, comprei um quase laranja coral, um rosa bonito que sempre esqueço o nome Cereja... sempre comprava os baratinhos porque era uma bibliotecária pobre.
Só que um dia eu ostentei... comprei um Vermelho 40 que ela PRECISAVA VENDER... não deu pra fugir... eu, que só usava cor de boca, tive que mudar a cor da minha boca.
Passei muito tempo achando o batom horrível em mim.
Até que os outros começaram a falar que era lindo em mim o batom de puta [sic].
Só que me incomodava a sujeira que ele fazia.
Aí fui caminhando pro matte... e veio o sucesso... Quem disse Berenice.
São 12 cores, mas das doze eu destaco... vou escrever o nome aí volto pra dizer quantas: rosadili, uvali, veveli, vinheli e rosali... 5, né?
Antes disso, veio o fracasso do matte: minha irmã me indicou um matte que tem que fazer muitas coisas e ter os lábios perfeitos pra dar certo... Dailus. A segunda indicação dela veio como presente. Ela me deu um veveli o foi sucesso.
Enfim... 
Um dia eu volto pra falar mais detalhes desse meu momento menininha...
Segue umas fotos de minha exibição de batom.
Beijo, gatas e gatos!
UHUH! Consegui bloggar!!!


Uma foto publicada por Bibliotecária Escandalosa (@biblioescandalo) em
Uma foto publicada por Bibliotecária Escandalosa (@biblioescandalo) em
Uma foto publicada por Bibliotecária Escandalosa (@biblioescandalo) em
Uma foto publicada por Bibliotecária Escandalosa (@biblioescandalo) em
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: