sexta-feira, 10 de junho de 2016

Timidez, brincadeiras e sentimentos sinceros escondidos... ou não

Fico devendo a fonte....
Voltando a ser criança...
Cada passo que ele dá em minha direção faz o coração sair do peito e ir ao céu... Cada vez que nossos olhares se encontram, parece que acho um motivo maior e urgente pra não ficar e saio correndo, quando na verdade queria ficar. Queria muito ficar... Não queria ir embora não.
Eu aturaria horas de silêncio pra estar do seu lado apenas por estar.
Reações infantis marcam encontros em que a maturidade deveria imperar em uma única ação...

Morre o silêncio e permaneço ali 
Presa a abobrinhas, sigo à toa a procurar
Teu olhar em silêncios que falam
Escuros olhos que me encaram
Morre o silêncio para as coisas inúteis ao coração.


___________________
♫Por nada e por ninguém - Jay Vaquer
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: