sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A fé sem igreja

Fonte de imagem: Thiago Galvão

Muitos não acreditam na existência da fé longe da Igreja, defendo, desde sempre, que a fé sem a igreja é possível, pois já vivi ela e minha mãe a vive há muito tempo. Ouso dizer que na igreja não existe senhorinha com mais fé e mais devotada do que minha mãe.
Sei que muitos acreditam que eu viria hoje dizer que a fé fora da igreja não existe, até pela minha vivência maior hoje na Igreja. Mas... Exatamente por ter essa visão dos dois mundos, eu posso falar. Com a fé que eu criei fora da igreja, já tentei levantar muitos caídos dentro dela. É engraçado, mas as pessoas que estão mais dentro da Igreja são as que tem as maiores crises de São Tomé, são as que tem maior dificuldade... Na verdade, ou 8 ou 80. Ou Deus dá a elas tudo do jeito que elas querem e no tempo delas, ou nada feito... "Deus se esqueceu de mim". Há muitos que evangelizam da boca pra fora, não vivem a Palavra de Deus, não as sentem.
"Deus esqueceu de mim" é um discurso que nós aqui de casa fomos proibidos, desde de cedo, de fazer. Deus nos mostra que faz o melhor por nós até naquilo que parece erro de percurso... Aprendemos da maneira errada, talvez... Talvez o certo fosse sentir culpa por qualquer desvio humano que cometamos e, claro, lamentar nossos sonhos que ainda não aconteceram. A minha fé é livre, forte e selvagem...

Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: