Bibliotecária Escandalosa: Mulher nasceu pra viver de falsidade, num tem jeito!

terça-feira, 20 de março de 2012

Mulher nasceu pra viver de falsidade, num tem jeito!


Afinal, o que é ser verdadeira?
A gente se perde tentando achar a resposta pra tal coisa...
Porra, desde pequenas somos induzidas a educação sem sentido de sempre elogiar as pessoas... "Estou feliz em te ver" [não estou porra nenhuma...], "Você está linda" [Nunca será!], "Que bom que você veio" [sem avisar, sua vadia...].
Nunca fui a favor dessa educação desnecessária que já nos impede de falar tudo o que pensamos... Pior ainda essa que nos faz dizer coisas que não queremos, ficar com pessoas que detestamos, ir a lugares chatos... Acho que por isso que as mulheres são mais estressadas e problemáticas do que os homens... É muita mentira pra administrar!
Mulher e falsidade são sinônimos!
Pintar o cabelo, se maquiar, fazer chapinha, andar de salto alto, usar bunda e peito falso por não ter dinheiro pra botar silicone... Sair com amigas detestáveis, dizer eu te amo por segundo e falar mal dela pras outras, dizer "você tá linda", e depois falar até das pontas duplas do cabelo da outra coitada...
Mulher não é falsa por querer, é uma necessidade!
Se ela não é falsa, ela pode ser expulsa da sociedade... Só pode!!!
Ontem tava dizendo pra um amigo que pra viver bem com outra mulher eu preciso aprender 3 coisas: "você está certa", "nossa, amiga, você tá linda!" e "Te amo muntão"...
Sério!
Tu imagina eu falando isso???
Porré, por isso que eu sou a pessoa mais lascada do mundo em questão de amizade... Eu num sei falar o que não sinto, o que não vejo e o que não penso... 
Eu sei calar quando não consigo fazer nada disso... Mas... Enfim!!!
Eu penso que meus conselhos são publicáveis...
Ah, elas não me ouvem... Eu publico meus conselhos (e não a história delas, como elas dizem) e deixo pra que alguém faça bom uso deles!!! Eu mesma às vezes me leio e aprendo... kkkkkkkkkkkkkkkkk

Ainda bem que eu não sinto necessidade de ninguém dizer que eu estou linda... Eu detesto, até!
Ainda bem que não sou dependente de conselhos... às vezes que alguém me escute... Mas, ninguém que me diga que tô certa, ou o que preciso fazer... Ainda bem que meus amigos sabem a hora certa de falar que me amam... Nada é desperdiçado!
Viva os homens que me cercam e que não tem necessidade disso!!! o/
Beijo e queijo!

p.s: peço desculpas aos meus leitores... Mas, domingo descobri que guardo muita coisa... Chorei pra caramba, passei mal... Isso é um sinal de que preciso desabafar!!! Leia quem quiser, quem se incomoda... Bom, dá as coisas e cai fora!

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Sou muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Administro os blogs: Bibliotecária Escandalosa, As coisas da Bibliô, #Doesangue, Maranhão!!!, Liga dos voluntários, Cartas em garrafas!, o blog Blogueiros Amigos e o grupo Blogueiros Amigos... Colaboro também com o Além de palavras, sentimentos!... Ah, me adiciona no Skoob!