sábado, 13 de setembro de 2014

Happy Jayna

Procurei no fundo de minha alma qualquer palavra de conforto que pudesse aparecer por você ser tão minha cara no Ensino Médio... rsrsrsr
Conheci Irajayna Lage Lobão através do professor de matemática que vivia perguntando se eu era sua fã... Na verdade, ele afirmava com tanta certeza que eu assistia sua aula na turma 300 e 301 que eu tive que saber quem era o ser por trás da suspeita... Foi ele quem disse primeiro que éramos irmãs gêmeas, foi ele também que perguntou se eu era Ruth ou Raquel. E foi ele que determinou que eu era "Irmã Ruth". Ou seja, Jayna, desde aquela época já era minha irmã gêmea má.
A menina BV, Nerd, Roqueira que estudava na turma ao lado e que dizia que faria um curso de nome estranho chamado Biblioteconomia... Foi ela quem me inspirou a entrar nessa... Hum-rum... "roubada"?
rsrsrsrsrsrsr
Jayna, aliás, sempre me inspirou, me inspira e inspirará! Por causa dela que eu continuo o blog, ela é a única que lê e comenta aquela merda!
Enfim... Jayna, minha irmã que mamãe não me deu... E que se atrasou um pouco pra nascer... Eu peço diariamente que Deus continue guiando teus passos, continue te iluminando (mas tu é atéia, né? ELE VAI TE ILUMINAR, ABENÇOAR E GUIAR AINDA ASSIM!). Não vou dizer que eu quero que você continue sendo essa mulher invocada que tu é, porque eu desejo que você melhore cada vez mais, eu desejo o teu crescimento, teus sonhos realizados, harmonia em teu lar... Pense em algo bom e tenha certeza que eu te desejo isso.
Gatíssima, tu é uma mulher guerreira, forte e linda...
Que Deus nos proporcione um pouco de riqueza pra gente se vê logo porque eu estou morrendo de saudade.
Te amo! (Finge que chorou... eu me esforcei pra te fazer chorar um pouquinho... Vou apelar!)

Jayna, espero que você venha logo ao Maranhão pra você me pagar um Sousa.


Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: