domingo, 31 de março de 2013

2013 Literário - Leia Sempre!!!!

Fonte de imagem: Own Mine
Olá, pessoas...
Para quem não percebeu, estou bem atrasada com os desafios que me fizeram. É que eu normalmente guardo ele em pastinhas de favoritos, e essas pastinhas foram apagadas em uma sincronização mal feita... Tipo, eu não queria que as bichas ficassem salva no computador que eu tava, e, em vez de "deslogar", eu apaguei as pastinhas! Que fofa eu!
Enfim, achei por acaso (no Blogueiros Amigos) esse desafio e eu quis fazer, aí eu vi que a Deia (Own Mine) me indicou! E tcharaaaaaaaaaaaaaaaam!!!!



Regras


1. Citar o nome e o link que quem te enviou (ok)
2. Indicar, ao menos, 2 livros que leu em 2012 e gostou:
  • Bridget Jones: no limite da razão - Helen Fielding
  • É agora ou nunca  - Marian Keyes
3. Listar 3 livros, ao menos, que deseja ler em 2013
  • A guerra dos tronos (George R.R Martin)
  • Laços inseparáveis (Emily Giffin)
  • A vez da minha vida (Cecelia Ahern)
♫Vitoriosa - Ivan Lins

sábado, 30 de março de 2013

Liebster Award

Fonte de imagem: A garota secreta
Olá pessoas!
Fui indicada para 2 selinhos!
Só que um pede blogs com menos de 200 e outro com menos de 14.
Como nem sei se conheço com menos de 200, vou fazer só esse!
Ah, quem me indicou foi a Ângela Silva (A garota secreta)!
Beijo e obrigada!

REGRAS
  • Dizer 11 coisas sobre mim.
  • Responder 11 perguntas.
  • Indicar 10 blogs com menos de 200 seguidores.
11 coisas sobre mim
  • Eu não durmo;
  • Eu leio com uma lanterna escondida embaixo do lençol;
  • Eu não sei terminar uma conversa, simplesmente saio dela;
  • Eu adoro trabalhar, não suporto estudar;
  • Eu passo mais tempo ouvindo músicas que eram sucesso quando eu era adolescente do que as músicas atuais;
  • Meu maior sonho é casar, ter filhos e morar no interior;
  • Eu gosto mais de atualizar meu skoob do que meu facebook;
  • Não gosto de caronas, porque amo ler em ônibus e isso me ajuda a não passar mal;
  • Ouço os cantores preferidos do meu namorado quando tô com saudade dele;
  • As pessoas só me enganam até eu descobrir uma mentira delas, depois disso eu não confio mais.
Respondendo as 11 perguntas
  • Um sonho?
Casar, ter filhos, um cachorro, uma casa pequena com quintal grande e morar numa cidade pequena em que eu não precise encarar engarrafamentos pra ir pro trabalho.
  • Uma coisa que não goste?
Gente falsa... Que eu sei que mente pra mim e espalha por aí que eu sou a maior otária do planeta.
  • Uma desilusão?
No mercado de trabalho vale muito mais QI (quem indica) do que teu trabalho. Tem muita gente que não sabe nem escrever direito ganhando bem, enquanto pessoas capacitadas não ganham uma simples oportunidade pra mostrar o que sabe.
  • O que faria se lhe saísse a Mega Sena?
Eu investiria pesado em mim e na minha família... Melhoraria a qualidade de vida de todos e aplicaria em projetos de caridade.
  • Prato favorito?
Lasanha... Muita saudade!
  • Um desafio?
Ler esse tal de Game of Thrones!!!
  • O que a deixa feliz?
Ver que todos estão bem!
  • Se o mundo acabasse agora o que faria?
Correria atrás do meu namorado pra tirar o atraso!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
  • Um desejo?
Conseguir um emprego seguro.
  • Uma tortura?
Vou ter que fazer regime pra perder esses 15kg que ganhei só de estresse!
  • Uma viagem dos sonhos?
Bonito - Mato Grosso do Sul! Já até pesquisei preços!!!
Os blogs

sexta-feira, 29 de março de 2013

Mas o orgulho não deixa...

Fonte de imagem: Emerson Caldeira - Fotolog
O amor facilita. O orgulho impede.
O amor explica. O orgulho complica.
O amor estende a mão. O orgulho não abre a mão.
O amor alivia. O orgulho pesa.
O amor liberta. O orgulho guarda mágoas.
O amor é pacífico. O orgulho é conflitivo.
O amor cede. O orgulho não cede.
O amor cativa. O orgulho julga.
O amor vence. O orgulho fracassa.
O amor perdoa. O orgulho culpa.
O amor ama. O orgulho desama.
O amor evolui. O orgulho fica estagnado
O amor enfrenta. O orgulho tem medo
O amor unifica. O orgulho separa. 
(Maria Vent)
Há mais de 24 hs ele não me procura... Há mais de 1 semana ele demonstra não me querer mais ao seu lado... Eu já deveria ter ligado, já devia ter questionado qual o problema dele agora!
Só que agora é diferente... Agora tem o orgulho que pouco senti nesses 4 anos me impedindo de ir atrás dele, de saber o que tá acontecendo... Hoje eu quero ser procurada!
A gente não brigou, ele simplesmente desapareceu... E em minha cabeça ficaram muitas dúvidas!
Poxa, se tantos caras me procuram, porque ele não????
O que eu tenho feito de tão errado pra ser tratada tão mal? Pra ser ignorada???
Enquanto ele for silêncio, assim também serei,
Enquanto ele for indiferença, assim também serei...
E se ele disser adeus, eu nunca mais volto.

_______________________
♫Wishin' and Hopin' - Ani DiFranco

quinta-feira, 28 de março de 2013

Dica de Leitura: Ame o que é seu (Emily Giffin)

Fonte de imagem: Skoob
Olá, pessoas!
Ontem eu falei que semana que vem falaria do livro "Ame o que é seu" no "Dica de Leitura", mas eu terminei ele hoje! TCHARAM!
Ame o que é seu mexeu muito comigo, desenterrou sentimentos antigos, velhos questionamentos... Virou enquete na fanpage (que ninguém se atreve a responder, não sei puskadiquê... Mas responde lá! Você já entrou em um novo relacionamento com a cabeça mais voltada pro ex? )... Escrevi uma postagem sobre Conflitos Internos, passei dias questionando tudo no meu namoro e tô de mal com meu namorado desde ontem, pois baixou a venenosa em mim...
Enfim!

SINOPSE
“Como amar de verdade a pessoa que está comigo, se não consigo esquecer alguém que ficou no passado?”.
O tema deste livro deixa aquela pulga atrás da orelha, te faz imaginar como seria a vida se tivéssemos feitos outras escolhas. Esta é uma história para quem algum dia já se perguntou isso. 
Em Ame o que é seu o leitor encontrará a história de uma mulher (Ellen) dividida entre o amor real e aquele fatídico 'E, se'.
O casamento de Ellen e Andy não parece perfeito, ele é perfeito. São inegáveis a profundidade da devoção mútua e o quanto um esperta o melhor do outro. Mas por obra do destino, certa tarde, Ellen revê Leo pela primeira vez em oito anos. Leo, aquele que partiu seu coração sem se explicar, aquele que ela não conseguiu esquecer.
Quando o reaparecimento dele desperta sentimentos há muito adormecidos, Ellen se põe a questionar se sua vida atual é de fato como ela queria que fosse.
O desenrolar da história é contagiante, pois a cada página acontecem novas cenas que é quase impossível abandonar a leitura, ou ... não se colocar em seu lugar. (SKOOB)
Acho que na postagem de ontem eu falei muito sobre o livro e deu para vocês sacarem mais ou menos a história (Conflitos Internos).
Eu adorei o livro, super apaixonada por Emily Giffin (amor ao primeiro livro)... Ela escreve de uma forma bem simples, e até engraçada! Assim como Marian Keyes, Emily não me conquistou no começo do livro... Achei ela muito enrolada, muito chata e detalhista... Eu pensei seriamente em abandonar o livro... Demorei muito pra gostar dele. Fui gostar do livro lá pela página 100...
Uma coisa legal na Emily são os constantes questionamentos... São questionamentos direcionados para a personagem, mas acabam sendo pra ti... Será que é tão fácil esquecer o passado? Será que é tão fácil passar por cima do que aconteceu e simplesmente seguir em frente como se nada tivesse acontecido...
O livro me fez colocar tanto "E se" na minha vida, que eu nem sei mais o que eu quero, mas eu curti tanto a decisão da Ellen e o fim do livro, que eu sigo na esperança... (Opa, Spoiler???).
No começo do meu namoro, minha cabeça ainda estava em outro cara... E, quando aceitei ficar com o meu "primeiro namorado" eu era apaixonada por outro cara, o mesmo cara em quem pensei no meu segundo namoro... Ah, porra, pensei nesse cara por 10 anos quase! No meu primeiro "namoro" o que eu sentia falou mais alto e eu só vi o menino depois de nosso primeiro beijo pra ter certeza de que a gente não tinha mais nada. Porque eu ficava o tempo todo no "E se ele descobrir que gosta de mim e decidir ficar comigo? O que eu farei se estou namorando?", daí me livrei do namorado. É muito complicado tu ficar com coisas mal acabadas... É muito complicado ficar com a dúvida... Quando eu comecei meu segundo namoro (que tá mais pra primeiro, já que esse não foi só teoria), eu esperei me apaixonar primeiro, mas em vários momentos eu apareci com as coisas mal resolvidas....
Aprendi que isso acontece e o importante é não darmos a isso a importância que não tem!
O que interessa não é o que poderia ter sido, mas o que acontece de verdade!
Enfim, antes que eu fale demais... =P
Essa é a nossa dica de leitura! O livro tem versão de bolso e é baratíssima! (Menos de 10 conto)
Espero que cês gostem também!!!

FRASES
“O amor é uma soma de nossas escolhas, o vigor do nosso compromisso, o laço que nos une.”
“Às vezes, um final feliz é simplesmente impossível. Não importa o que aconteça, eu vou perder algo, alguém. E talvez seja nisso que se resume tudo. O amor, não como uma manifestação de paixão, e sim como uma opção pelo compromisso com algo ou alguém, sejam quais forem os obstáculos pelo caminho. E talvez, ao fazer essa opção vez após vez, dia após dia, ano após ano, diga mais sobre o amor do que nunca ter de fazer escolha alguma.”
“O que me faltava aprender, no entanto, era que as coisas raramente são tão perfeitas e certinhas como aquela historinha de brilhar os olhos para se assistir sentado no sofá. Com o tempo, eu perceberia que, quase sempre, nessas histórias de casais há um tipo de licença poética, um toque de romantismo, que com o passar dos anos acaba adquirindo certo brilho. E, a menos que você tenha casado com seu namoradinho do colégio (às vezes, mesmo nesse caso), geralmente existe um passado menos glorioso escondido em algum canto. Há pessoas, lugares e acontecimentos que o levaram até um relacionamento definitivo. Pessoas, lugares e acontecimentos que você preferiria esquecer ou, no mínimo, fazer de conta que nunca existiram. No final, você poderia colocar um belo rótulo em tudo como acaso ou destino. Ou poderia então acreditar que faz parte da vida. No entanto, seja qual título der, parece que todo casal tem duas histórias: uma editada para ser assistida no sofá; e uma versão sem cortes, que é melhor deixar pra lá.”
“Sempre que houver escolha, haverá dúvida.”
“Começa que é impossível não comparar. Quando você se encontra diante de uma encruzilhada, não dá para deixar de considerar a outra direção. Especular como sua vida poderia ter sido.”
“Eu não iria esquecer daquele momento tão cedo, daquele aperto na garganta ao rever o semblante dele. Por mais que eu desejasse desesperadamente esquecer. Principalmente porque eu queria esquecer.”
_____________________________
♫ Mr. Jones - Counting Crows 

quarta-feira, 27 de março de 2013

Conflitos internos

Recorte da capa da Novo Conceito
Eu estou lendo "Ame o que é seu" (Emily Giffin) e ainda tô bem na metade... Ainda estou naquele esquema de só ler no ônibus as versões de bolso e em casa os livros maiores e ainda tô na metade do livro (383/512 não é exatamente a metade...). Esse post ainda não é a dica de livro... acho que faço ela semana que vem!
Ontem era pra dialogar sobre o livro com o povo da Fanpage, mas acabou não rolando porque eu dormi...
Ellen se acha inferior por tudo, porque a família é mais pobre, porque ela não é loira de olhos azuis como a irmã do marido e suas amigas... Ellen se acha superior a todos, se acha estudada, inteligente, acha que seus assuntos são mais sérios, seus problemas são maiores... Ellen vive em conflito interno por causa de um ex-namorado (Ellen é casada... Ah, cês já sacaram!)...
Eu fico lendo o livro revoltada com o quanto a Ellen é estúpida, mas fico besta com o quanto eu me pareço com a Ellen...
Não, eu não estou a fim de um ex, mas tenho crises de culpa, como ela tem. Eu posso não estar fazendo nada de errado, mas procuro até mesmo meu namorado pra ele me garantir que pensar de vez em quando em outra pessoa não é um pecado tão grande, e fico fazendo ele me garantir que me ama apesar disso...
Assim como a Ellen eu tenho conflitos internos pavorosos, que, se não fosse o blog, hoje eu estaria internada... Louca!
A Ellen fica quase louca porque dormiu de mãos dadas com o ex no avião... Eu fiquei tentando arrancar declarações de amor do meu namorado porque o ex-Clone do meu ex fica me olhando e, eu confesso, eu adoro! Minhas amigas já falaram pra eu parar de ser besta e me calar porque eu vou acabar perdendo o namorado por uma coisa natural que ajuda a elevar a autoestima, mas eu insisto em me comportar como quem tem culpa no cartório.
Lembrei agora de outro fato... Quando eu contei pro meu namorado sobre um encontro que tive com um cara que eu fiquei... A gente só ficou passeando, de papinho (eu e meu namorado estávamos brigados) e quando eu fui contar pro Nando eu chorei tanto (conflitos internos), que ela falou: "Soraya, se tu continuar com isso, eu vou começar a pensar que tu ficou com esse pequeno!".
Conflitos internos fazem a gente se comportar como louco... Torna real e dolorido o que nunca aconteceu...
Faz a gente se sentir mal, culpada, por coisas que aconteceram apenas na nossa cabecinha...
_________________________
♫Kiss me - Six Pence None the Richer

terça-feira, 26 de março de 2013

Editora recebe contos fantásticos para publicação em coletânea literária (Participe!)

Até 30 de abril, a Andross Editora estará recebendo contos fantásticos de novos escritores para publicação no livro 
“Sonhos Lúcidos”.

Não é de hoje que o ser humano busca fugir de sua realidade pacata para mundos existentes somente em sua imaginação. Pois agora novos escritores poderão contar histórias fantásticas, vividas dentro de suas mentes. A Andross Editora está recebendo contos de escritores em início de carreira para publicação no livro “Sonhos Lúcidos", a ser lançado em outubro de 2013, no evento Livros em Pauta, em São Paulo. 
Nossa intenção é publicar os mais diversos tipos de histórias fantásticas”, diz o escritor Alex Mir, organizador do livro. 
Qualquer pessoa pode participar. Basta acessar o site www.andross.com.br, ler o regulamento de participação e submeter seu texto à avaliação. As inscrições vão até 30 de abril de 2013.

SINOPSE: "De onde tiram as ideias para suas obras os escritores de fantasia, horror e ficção científica? Têm eles mentes criativas ou simplesmente sonham acordados? Nas páginas deste livro, o inimaginável ganha formas insólitas, capazes de maravilhar até mesmo o leitor mais incrédulo.” 

SERVIÇO:
Livro: “Sonhos Lúcidos – Contos Fantásticos”
Organização: Alex Mir
Envio do texto: até 30/04/2013
Lançamento: 10/2013 (no evento Livros em Pauta)
Regulamento: no site www.andross.com.br
Realização: Andross Editora

__________________________
♫ A noite - Ivan Lins

segunda-feira, 25 de março de 2013

O bem sempre vem pra quem pratica o bem!

Fonte de imagem: Vou te contar...
O que poucos sabem é que age certo aquele que pratica o bem...
Muitos julgam, tomam por bestas... Mas lá na frente quem colhe o bem que plantou é ele!
É certo que o correto é fazer as coisas sem esperar nada em troca, mas a vida me mostrou que o bem, quando praticado, traz com o tempo inúmeras recompensas!
Hoje colho frutos maravilhosos da caridade que pratiquei no meu dia-a-dia... Das boas ações que fiz sem esperar nada em troca... Mas as graças vieram!
E hoje estou feliz e completa!
Um pouco cansada... Mas muito feliz!
São as graças de Deus caindo sobre minha vida.... É uma chuva de bençãos ensopando meus dias!!!
Pai de amor, 
sou grata porque Tu te faz presente em meu dia-a-dia... Em raios de sol e gotas de chuva, sei que estás em minha vida iluminando e abençoando essa pobre pecadora que só duvida de tua existência!
Guia-me, Pai, pelo caminho de luz!
Afasta-me de todo mal, das más companhias, péssimas ideias..
Abençoa quem amo e cubra de alegria seus dias assim como fazes comigo....
É o que eu te peço...
Amém!
______________________
♫ Não vá - Família Lima

domingo, 24 de março de 2013

Dica pra ouvir - Charlie Brown Jr.


Bom, estou ouvindo agora Charlie Brown Jr., e lembrei que não falei dele.
Agora que já passou todo aquela necrofilia do povo, acho que eu posso listar as músicas que eu gosto sem aquela coisa apelativa de #luto.
A morte do chorão me trouxe muitas lembranças da minha adolescência, meu último ano na escola, principalmente...
Achei justo e necessário falar das músicas do cara...
Não sou A fã, não chorei e nem me importei com a morte do Chorão, na verdade... Não mudou minha vida (parece desrespeitoso, mas é a verdade!).
Mas eu curtia muitas músicas... Quase todas as músicas do CBJ! =P
São músicas maravilhosas que conquistam pela letra e pela melodia... Mas vou listar as que mais marcaram, tá? Não se espantem!
Então... Bora pra minha listinha?
# 1 - Rubão - O Dono do mundo

# 2 - O coro vai comer

# 3 - Não uso sapato

# 4 - Senhor do tempo

# 5 - Só os loucos sabem

# 6 -  Lutar pelo que é meu

# 7 - Champanhe e água benta

# 8 - Pontes indestrutíveis

# 9 -  Só por uma noite

# 10 - Hoje eu acordei feliz


________________________
♫ Céu azul  - Charlie Brown Jr.

sábado, 23 de março de 2013

Odiar é algo que muita gente faz de graça, mas... e amar? Por que não?

Fonte de imagem: Lições dos Espíritos
Aquela pergunta que sempre fica sem resposta... Por que odiamos gratuitamente e cobramos não caro pelo amor?
Por que exigimos tantas coisas das pessoas em troca de nosso "humilde amor exigente"?
Tantas vezes odiei pessoas sem motivo algum e tô sempre exigindo mil coisas em troca pra dar meu amor... Só amo quem me dá carinho, atenção, afeto... E consigo odiar rapidinho quem pisa no meu pé e fala algo contrário ao que eu acredito!
Por que é tão fácil odiar e tão complicado amar as pessoas!
Sabe aquela velha coisa que martela em minha cabeça desde que eu era criança... Quem é esse próximo que eu devo amar? É só o irmãozinhoque senta bem arrumado, bonito e cheiroso do meu lado na igreja todo domingo, ou devo estender esse amor ao próximo que é distante de mim, de minha realidade? O próximo que se droga, não toma banho, não tem onde cair morto...
Mas eu sinto medo desse próximo! 
Eu me encolho, seguro apertado a bolsa, eu julgo!
“Ora, amar o próximo como a si mesmo é não fazer nenhuma diferença entre si mesmo e o próximo; é a consagração do princípio: Todos os homens são irmãos, porque são filhos de Deus.” (Allan Kardec)
Então devo parar de me sentir melhor que o outro e amá-lo...
Amar o próximo não é aquela coisa de apenas "Eu amo você", sabe? Aquele jogo de palavras que muitas vezes são vazias... São faladas da boca pra fora... Amar o próximo tem muito mais a ver com a caridade, ações, estender a mão, ajudar! Às vezes, horas de conversa se tornam declarações sinceras de amor... Muito mais do que a simples declaração vazia.
Tem gente que pula de paraquedas pra dizer "eu te amo", faz todo um show, mas no fim não sente nada!
Nunca está disposto a abrir mão de nada pelo outro, nunca tem tempo para o outro... Odiar é mais fácil mesmo... Você não deve nada pra ninguém, dane-se o mundo! 
Agora, quando você ama, você deve muito! Você deve sua vida inteira... Você tem que cuidar de si pra fazer o outro feliz! 
É bem mais fácil odiar, talvez... Destruir a própria vida, se isolar, não se apegar, se desligar (citando Diários de um vampiro)...
Quem ama conquista o mundo... Quem sabe amar, sabe viver bem!
Porque quem odeia vive a vida do objeto odiado... Naquele perseguição constante... Esquecendo da sua vida, se alegrando com os problemas daqueles que odeia e se chateando com sua felicidade...
Não, não é tão fácil odiar...
Pra odiar você precisa ser louco!
Pra odiar sem conhecer de verdade... eu nem te digo o que tu é!
Enfim... Mais uma postagem que tinha um foco e se perdeu...
Odiar não é fácil, eu não sei fazer isso, não de verdade!
Há muita loucura em mim que me impede de odiar quem me odeia... Eu os amo, todos... Do meu jeito, mas amo! De verdade...

______________________
♫ Disease - Matchbox Twenty

sexta-feira, 22 de março de 2013

Resultado do 1º Sorteio "Botando pra fora"! - Os Sete (André Vianco)

Olá, pessoas!
Passando apenas para divulgar o resultado do sorteio!
Um email e um tweet já foram enviados para a Sarah Medeiros e, conforme nossas regras, a Sarah tem até dia 25 pra responder o email. Se ela não responder, novo sorteio será feito!

SARAHHHH, RESPONDE!!!!!!!

quinta-feira, 21 de março de 2013

É preciso o mínimo para a pessoa mostrar quem é de verdade

Fonte de imagem: Educação e Cidadania
Santo? Sei não, não engana por muito tempo... 
As pessoas querem, constantemente, mostrar-se melhor do que são, mas é preciso o mínimo de convivência pra você perceber que santa não é, pura nunca será e boa pessoa apenas se mudar radicalmente! 
Eu aceito todo tipo de gente nas minhas redes sociais, sou muito aberta a amizades, mas o que percebo é que as pessoas que eu aceito se trocam por pouca coisa. Todo dia alguém vem me xingar e eu fico tentando entender porque... Depois descubro: “Ah, eu falei do meu namorado e outro se ofendeu”, ou “eu falei de mim e a pessoa pensa que eu falei dela” (o último acontece com muita frequência). 
É muita gente humilhada pelos próprios sentimentos e que não reconhecem ou mudam... Apenas apontam na cara de quem fez uma autocrítica sincera e aberta pra dizer que essa pessoa é que não presta, tentando sempre derrubar ela que não faz mal a ninguém aí te xinga, xinga, xinga... Você fala de você e a pessoa não se revela igual, ela até se identifica com a crítica que você fez, mas ela se mostra muito pior que aquilo. 
Passo o dia todo me criticando publicamente e sem a menor vergonha... Quem me conhece sabe disso, sabe que falo de mim e curte e incentiva... Faço isso em terceira pessoa algumas vezes até, mas todos sabem que é de mim que falo. Não pago psicólogo, psiquiatra, psicanálise... Economizo pra caramba! Recebo tantas respostas boas e ruins e me avalio em cima delas... 
Mas algumas pessoas não aguentam! 
Eu seu mural enchem de autofoto, com autoelogio e automentiras... E, inbox, se humilham, descem o nível... Mostram ser aquilo que eu critiquei em mim??? Não conseguem ser piores, mais infantis do que eu jamais fui... De repente as critiquei sem saber, mas elas se reconheceram, fazer o quê? 
Sim, ouvir tudo o que elas REALMENTE pensam de mim! 
Teve uma que me chamou de feia e recalcada porque falei de maquiagem... Teve outra que falou que meu namorado era feio, porque eu falei que meu namorado era feio (foi uma coincidência de postagem de fotos velhas de namorados feios... Ela achou que eu tava falando do namorado feio dela e não do meu, retardada!)... Ah, e tem aqueles casos em que eu falo de minhas burrices e erros, já me humilhando, e a pessoa pensa que é dela que eu falo e me detona ainda mais! 
Eu não entendo a razão dessa identificação com minhas besteiras... Coisas que eu escrevo pelo celular sem nem ler o que os outros postam, fazem... Muitas pessoas eu nem sei quem são! Eu adiciono qualquer um que me manda convite pro facebook, sou meio louca... Mas esse povo que me adiciona e acha que eu falo deles é bem pior! 
E eu tinha tudo isso guardado aqui no email, pra rir... Mas apaguei... Vou parar de mandar esses emails para meus amigos e ridicularizar esse povo ridículo! Sério, eu faço isso!!! Eu dou print, encaminho conversas inteiras... Eu sou desleal com gente idiota! Não tenho porque ser amiguinha e fingir que é tudo maravilhoso! Eu não sou uma pessoa boazinha quando não são comigo! 
Fui acusada de expor as pessoas, e hoje eu faço isso de verdade! Exponho mesmo! Veio até mim que não fiz nada e me xingou, tentou me desmotivar... Eu exponho! 
As pessoas precisam do mínimo pra mostrar quem são... E, O MUNDO PRECISA SABER DISSO! 
HAHAHAHAHA [RISADA DO MAL]

quarta-feira, 20 de março de 2013

Eu curto a folga!

Fonte de imagem: Restauranter
São tantas as responsabilidades que temos que ter... Tanta gente jogando tudo na nossa cara!
Eles só se esquecem que a vida é curta, precisamos viver!
Meus dias tem sido apenas de trabalho e estudo... O que eu faço de bom, faço no domingo! Mas sempre tem alguém pra me chamar de irresponsável por querer liberdade no único dia de folga que eu tenho!
Dizem que pra subir na vida, a gente precisa fazer sacrifícios, acho que sacrifiquei demais! Eu quero ter amigos, quando eu subir! Quando virarem pra mim agora falando que eu preciso estudar mais, esquecer isso de descansar e me divertir... Eu vou dar resposta! Vou ser direta como poucas vezes fui... Cuide da sua vida que da minha cuido eu, e cuido bem!
Poxa, tá cada dia mais difícil ver pessoas, conversar com gente de verdade!
Estou todo tempo atrás de um computador ou "plugada" a um celular tentando ter algum contato humano através de redes sociais e ainda me criticam por isso! Meu tempo é incompatível com o tempo de meus amigos, com o tempo de meu namorado... Eu só vejo meus pais e meus irmãos, e isso porque dormem na minha casa.
Eu não quero passar o resto da minha vida assim, sabe? Só com tempinho miudinho pra viver de verdade!
Não reclamo do trabalho, mas da falta de tempo! 
Tu passa 8 horas por dia trabalhando e se desliga do mundo!
Aqui eu não vejo nem quando anoitece, sem que tenho que sair apenas por causa de um alarme que pus no celular...
Meu domingo é o dia que eu durmo mais um pouco, vou fazer passeios... Domingo é o fôlego da vida!
É o dia em que F*D4-$3... Eu vou ser feliz!
Eu vou fazer o que tive vontade de fazer a semana inteira e D4N3-$3 quem reclama!
O povo tem que tirar da cabeça isso de que só o trabalho é que vai trazer um futuro que preste! Não, cara, a folga também!
Você precisa recarregar a bateria, ou não terá energia pra gastar! Aí, tu tem um dia, um único e solitário dia pra fazer isso... Pra ver as pessoas que faz você morrer de saudade durante a semana...
Tem gente que não entende e não valoriza isso!
Eu valorizo cada dia mais o meu tempo livre!
E acredito que no futuro não serei uma bibliotecária amargurada!
_______________________
♫ Bolacha de água e sal - Palavra cantada

terça-feira, 19 de março de 2013

Dica de livro - Casório (Marian Keyes)


Olá, pessoas!
Hoje eu trouxe a dica de um livro que eu ainda não terminei de ler! 
E porque eu falarei dele antes de terminar? Simples, Eu não quero contar o final hoje! Tcharam!
Segundo o Skoob, eu li 95% (613 de 644)... kkkkkkkkkkkkk

:: SINOPSE!
Lucy Sullivan vai se casar. Essa moça de 26 anos, que divide o apartamento com as amigas, não tem dúvidas de que, dentro de poucos meses, estará entrando na igreja durante uma linda cerimônia. Só falta um pequeno detalhe: o noivo! Mas Lucy, que nem ao menos tem um namorado e nunca foi muito bem-sucedida no amor, confia piamente nas previsões de sua cartomante e iniciará uma busca incessante (e hilariante) por um bom partido: ele só precisa ser bonito, inteligente e não lembrar em nada o seu pai. A escritora Marian Keyes - após os imensos sucessos Melancia, Férias! e Sushi - está de volta com Casório?! , um romance contagiante e engraçadíssimo. (FONTE: Skoob)
Eu amei o livro... Mas sou suspeita pra falar por que eu sou super fã de Marian Keyes... Agora falta ler só A estrela mais brilhante do céu... (Ah, eu tenho que falar dos outros livros dela que eu nunca falei no blog!).
O livro só tem um lado negativo... Eu não consegui me identificar com a personagem nas escolhas dela pra homem... Ela só gosta de homem derrotado, que gosta de explorar ela financeiramente e emocionalmente sem lhe dar nada em troca (Eh, vocês tem razão... Quando é exploração não há recompensas).
O livro é muito engraçado... Eu adoro a amizade dela com o Daniel, porque se parece muito com minha amizade com o Guii! Cheia de debochinhos e carregada de sinceridades desprezíveis... kkkkkkkkkkkkkkkk
A história começa com uma visita de Lucy e suas amigas de trabalho a uma cartomante. A cartomante prevê pra Lucy o "impossível": um casamento. E todo mundo debocha, porque a vida amorosa de Lucy é cheia de cagadas, homens ruins que sempre acabam arrasando com ela e caindo fora. Aí as coisas começam a acontecer com todo mundo... Só que essas coisas acontecem de forma cômica! Acho que as concretizações das previsões  são as partes mais cômicas! Enfim, os tais olhos da Fé!
Eu não gostei de algumas partes do livro... todas as relacionadas com bebida! O Namorado de Lucy que sempre levava ela pra beber (na verdade pra pagar a bebida dele) e o pai dela que passa o tempo todo bebendo... São coisas chatas no livro... Me senti mal lendo essas partes, mas o livro conquista pelo resto... 
A burra da Charlotte e as ignorâncias da Karen (colegas de apartamento de Lucy), Daniel (o melhor amigo safado de Lucy), o melhor amigo dela gay que apareceu pouco, mas que levanta a história como todo personagem gay que a Marian Keyes cria....
Enfim, gente... Sempre que eu converso sobre o livro, alguém me dá um tapa porque eu falo demais!
Na base é isso!
Lê lá!
É Marian Keyes! Num tem como se arrepender não!

:: Citando o livro...
"- O nojento, asqueroso, canalha, safado! - fumegou ela. - Como ele ousa estar feliz longe de mim? Ele não devia conhecer ninguém, era pra acabar descobrindo que não conseguiria viver sem a minha presença. Tomara que ele perca o emprego, que sua casa pegue fogo e desabe, quero que ele pegue sífilis... Não, não, espere... AIDS, não, não... pior ainda, acne, ele ia detestar isso. Tomara que sofra um acidente de carro e seu fodomóvel sofra perda total, e seu pinto fique preso nas ferragens de uma moedora de carne e depois ele ainda seja preso por um crime que não cometeu e...
As coisas normais que falamos quando descobrimos que o ex-namorado teve a audácia de estar namorando outra pessoa." (KEYES, 2010, p. 618).
___________________________
♫ Vou te levar - Charlie Brown Jr. 


domingo, 17 de março de 2013

Uma oração em cada dedo (Papa Francisco)

Fonte de imagem: Uma vida para uma Ana nova
Vi hoje essa oração no Facebook e lembrei que nunca mais postei orações aos domingos... É um bom momento para recomeçar!
1. O Polegar é o mais próximo de você. Então comece a orar por aqueles que lhe são mais próximos. Eles são os mais facilmente lembrados. Orar por nossos entes queridos é "uma doce obrigação"!
2. O seguinte é o dedo indicador. Ore por aqueles que ensinam, instruem e curam. Isso inclui mestres, professores, médicos e padres. Eles necessitam de apoio e sabedoria para indicar a direção correta aos outros. Mantenha-os em suas orações sempre presentes.
3. O próximo dedo é o mais alto. Ela nos lembra dos nossos líderes. Ore para que a presidenta, congressistas, empresários e gestores. Essas pessoas dirigem os destinos de nossa nação e orientam a opinião pública. Eles precisam da orientação de Deus.
4. O quarto dedo é o nosso dedo anelar. Embora muitos fiquem surpresos, é o nosso dedo mais fraco, como pode dizer qualquer professor de piano. Ele deve lembrar-nos a rezar para os fracos, com muitos problemas ou prostrados pela doença. Eles precisam da sua oração dia e noite. Nunca é demais para orar por eles. Você também deve se lembrar de orar pelos casamentos.
5. E finalmente o nosso dedo mindinho, o dedo menor de todos, que é a forma como devemos nos ver diante de Deus e dos outros. Como a Bíblia diz que "os últimos serão os primeiros". Seu dedo mindinho deve lembrá-lo de orar por você. Quando você estiver orado para os outros quatro grupos, suas próprias necessidades estarão na perspectiva correta, e você poderá rezar melhor pelas suas necessidades. 
(Papa Francisco)

sábado, 16 de março de 2013

Velhos medos...

Fonte de imagem: Ensinamentos da vida...
Eu tava atualizando minha monografia, quando comecei a pensar em acontecimentos dos últimos dias... E... Sabe quando teu coração pede socorro? Pede um desabafo de algo que te sufoca há anos?
Eu sempre fui vista como uma pessoa estranha... Eu não gosto de abraços e me sinto pouco a vontade com coisas simples, como alguém me paquerando... Mas não é um "pouco a vontade" comum, eu tenho medo de ser paquerada!
Sabe aquele medo que se alguém puxar papo no facebook, tu bota IMEDIATAMENTE offline por medo do que pode vir?
Quem vê pensa que a pessoa me violou, violentou... E é dessa forma que eu me sinto!
Alguns meninos são maliciosos, te abraçam, cheiram teu cabelo, te chamam de linda... As meninas normalmente se abrem em sorrisos, ficam felizes por isso, se acham mais gostosas, sei lá... Já eu, me encolho.. Murcho, me escondo... Às vezes fecho a cara, fico em pânico...
Eu não custei a beijar por ser feia ou por ninguém me querer... Eu nem pensava em namorar, na verdade... Eu me apaixonava e ficava satisfeita, só com isso! 
Acho que com o Nando funcionou bem porque ele nunca chegou em mim com papinho... Ele foi esperto, virou meu amigo antes de ser meu namorado... Ele deixou que eu tomasse todas as iniciativas (Acho que isso justifica eu gostar de meninos tímidos que parecem até psicopata... A timidez deles me dá liberdade... Enquanto que, quando o contrário ocorre, o menino não é tímido... Eu me encolho e nunca mais). Nosso primeiro abraço foi 4 meses depois de nos conhecermos... Nosso primeiro beijo foi com  quase 5 meses e a transa... Acho que uns 2 anos... Ele soube ganhar minha confiança, mas volta e meia perde isso, e eu volto a me encolher em cada toque... Ele não sabe o porquê, talvez, mas respeita meus limites e espera que eu dê o primeiro passo.
Acho que tudo começou com um cara que morava lá perto de casa quando eu era criança... Sempre que eu brincava na rua e ele passava eu sentia medo... Ele ficava me paquerando como se eu fosse... Sei lá! Adulta!
Imagina, eu, com 11 anos, brincando de cancan (Amarelinha) na porta, e o cara (que devia ter uns 40 anos) passava cantando "Você é linda mais que demais, você é linda sim"...
Um dia, eu fui a feira e cruzei com ele no caminho... Ele segurou minha mão e comentou sobre os meus peitos que estavam começando a crescer... Eu NUNCA mais sai na rua sozinha.
E eu lia sobre casos de assédio e abuso sexual em jornais e revistas e ficava cada vez com mais medo das  pessoas e principalmente dos homens... Eu olhava esse cara e saia correndo, porque na minha cabeça ele iria me estuprar, sei lá!
Na verdade, cada pessoa que me abraça me dá essa sensação... Por isso, já falei aqui tantas vezes... Eu prefiro dar mão, eu prefiro dar o abraço, eu prefiro dar o beijo... Se a pessoa me dá a mão, o abraço e o beijo... Eu não consigo não me sufocar! Ainda bem que nunca conheci alguém IGUAL a mim!
Tem gente que fala dessas coisas como se fossem frescuras minhas, mas não são simples frescuras, nunca foram... Eu me sinto mais segura quando ando com alguém, imagina como é minha vida com poucos amigos e um namorado super ocupado... Eu ando por aí com um pânico desgraçado! E ninguém tem nem ideia disso, porque eu visto máscaras e fantasias de garota super poderosa que não teme nada, nem ninguém...
Mas na sexta um velho asqueroso me paquerou e, pior que isso, segurou na minha cintura enquanto falava comigo e reacendeu velhos medos...
_____________________
♫ Keep Holding on - Glee

sexta-feira, 15 de março de 2013

10 coisas que eu não uso de jeito nenhum

Fonte de imagem: Alienado
  1. Calcinha fio dental..
  2. Maquiagem brilhosa, com glitter, luminosa... 
  3. Salto alto...
  4. Aquelas saias, calças e shorts com cintura alta...
  5. #LUTO por gente famosa (acho ridículo até pra parente, parece uma forma de "olhem pra mim")...
  6. O face de meu namorado como se fosse ele (pra fazer auto-declaração, pra brigar com as amigas delas ou pra saber o que eles conversam... Acho ridículo! Quando eu jogava com o face do Nando eu me identificava sempre que alguém falava).
  7. Sapato fechado! Eu tenho pé de jacaré... Num cabe.
  8. Barriga de fora! Motivos lógicos! kkkkkkkkkkkk Brincadeira, mesmo se minha barriga fosse bonitinha ela ficaria escondida... Acho brega!
  9. Piercing! Eu mal uso brinco!!!
  10. Pessoas!

quinta-feira, 14 de março de 2013

Fases da TPM

Fonte de imagem: Portal Angels
Quem disse que a TPM é só tristeza e raiva... Tem umas fases boas também!

Fase 1 da TPM: DOENTE DE PREGUIÇA.
Mil toneladas nas costas... Num quer sair da cama... Se acha doente, mas é só preguiça.
Fase 2 da TPM: "TI QUIERO"
Carência ao nível máximo!
Fase 3 da TPM: CÃO RAIVOSO.
Até um "Bom dia, linda" faz você latir raivosamente...
Fase 4 da TPM: A ABORRECENTE... Odeia todos e tudo.
"Quer chocolate, amor?
"Sai daqui com essa porcaria! Isso é nojento e engorda... Vai embora você também! Pessoa chata, desagradável..."
Fase 5 da TPM: DONA GORDA... Come tudo o que vê pela frente... 
Parece grávida... Até desejos estranhos tem!
Fase 6 da TPM: BUÁAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
O vento não pode triscar, que já acha um motivo pra chorar!
Fase 7 da TPM: MELANCOLIA... 
A vida é tão triste... Esse céu azul é tão escuro... nada tem sentido... Nada melhora... vou cortar os puççu!
Não chega a chorar, mas sente uma tristeza profunda consumindo você...
Fase 8 da TPM: A PERSEGUIDA VIRA A PERSEGUIDORA....
Para de falar, gato!... Eu quero teu corpo nu!
Fase 9 da TPM: MISS SIMPATIA
"Oi, Sol! =D Oi, formiguinha que me morde! =D Oi, moça linda do espelho.... ;D"
Fase 10 da TPM: HAHAHAHAHAHAHA... HAHAHAHAHAHA.... HAHAHAHAHHAHAHA
Não vê problema em nada... Tudo é motivo pra rir e ser feliz!

Escrito dia 16 de março de 2013 no Facebook.

terça-feira, 12 de março de 2013

Dica de livro - Dark Éden: o medo é a cura (Patrick Carman)

Fonte de imagem: Editora Gutenberg
Eu sei que muitos esperam um texto bonito sobre o Dia do Bibliotecário, mas hoje aconteceram algumas coisas ruins, acabei não tendo inspiração suficiente pra isso.
Depois de tempos sem dicas de livros... Voltei!
Ontem terminei de ler o livro "Dark Eden - O medo é a cura" (Patrick Carman)... O livro me surpreendeu!
Eu sou daquele tipo que só lê romance e comédia e não se abre pra novos gêneros, fica só na mesma coisa... Até as resenhas, eu só busco o gênero Chik Lit que eu A-M-O...
Ganhei esse livro da Editora Gutenberg não pra fazer resenha, mas por ter feito um sorteio promocional no fim do ano passado. Quando eu recebi o livro, eu olhei torto, confesso... Porque, como eu já disse, foge ao gênero que eu gosto e busco... Foge aquele tipo de literatura que eu aprecio sempre... Aí me desafiei!
Resolvi ler 2 livros, um que eu gosto (chik lit) e um que eu não aprecio tanto (suspense). Peguei Casório (da Marian Keyes, em breve escrevo sobre ele) e Dark Éden (já disse o nome do autor... já!)... O livro é pequeno, 240 páginas e um material muito leve, bacana pra quem carrega muito peso no dia-a-dia...
A história me prendeu bem no comecinho (viu, nunca julgue o livro pela capa), ao contrário do Chik Lit que tu demora pra se identificar com a alguém e curtir a história...
Apesar de ter gostado do livro, não curti muito a forma como são apresentados os diálogos, por exemplo... Não sei, a falta de travessão me fazia sempre pensar que as falas dos personagens eram apenas pensamentos deles, entende? Fora isso, a história é confusa... Quando tu pensa que entendeu, tu já não entendeu mais nada... Mas ela te prende, mesmo assim... Ou apesar de tudo?
É complicado fazer resenha desse tipo de livro, porque a gente quer que as pessoas entendam, mas sente medo de acabar sendo spoiler demais e acabar com o desejo delas de ler o livro... Mas, se eu não conto... tu só entende mesmo no fim!
CALMA, EU VOU TE DEIXAR ENTENDER SÓ NO FIM!
São 7 adolescentes, todos com 15 anos, que passam por tratamentos psicológicos. Aí, a psicóloga deles chega a conclusão de que não pode ajudá-los e oferece um tratamento alternativo. O título do livro diz tudo: "O medo é a cura"... Eles são convidados a enfrentar seus maiores medos para se curarem desses problemas que a doutora não deu conta... Mas não, isso não é O spoiler... tu pensa que entendeu tudo, mas não entendeu nada, cara!
Se eu falar mais, eu vou entregar...
Mas... Adianto que há bem mais coisas por trás desse tratamento deles!
Há muitos segredos...

SINOPSE
Escrito pelo autor best-seller Patrick Carman (que tem em seu currículo um dos livros da série 39 Clues), Dark Eden – O medo é a cura conta a assustadora história de sete adolescentes, cada um com seu próprio medo, enviados ao Forte Éden para superarem suas fobias. Um dos adolescentes, Will, sabe desde o início a verdade sobre o Forte e percebe que a busca pela cura é uma ilusão naquele lugar. Em meio a um profundo e oculto medo dentro de si, um obscuro mistério de mil anos e a inesperada garota dos seus sonhos, ele será capaz de salvar a todos dos perigos do Forte Éden antes que seja tarde demais?
Dark Eden é um fascinante thriller psicológico que explora, de maneira provocadora, o medo, a traição, o poder da memória e os mistérios do amor.
 Essa é a sinopse da Editora Gutenberg... E Dark Éden é nossa dica de hoje!

__________________________
♫ Ave-Maria - Ney Matogrosso

segunda-feira, 11 de março de 2013

Chegou mais um livro pá mim!

Só pra tomar nota e fazer inveja....
Chegou hoje mais um livro que eu ganhei em sorteio!
Tcharam!
Ganhei o livro Bem mais perto (Susane Colasanti) no sorteio do blog Este já li!
Pra quem não conhece o livro, como eu... Leia a resenha ---> BEM MAIS PERTO - SUSANE COLASANTI (Este já li)
Só isso....
Tô desassuntada essa semana, né?

domingo, 10 de março de 2013

[Reblogando] Ler mais...

Fonte de imagem: Luiz Dreamhope
Lendo sobre as formas de atrair o público para a biblioteca... Aqui fala que o brasileiro lê pouco, que o bibliotecário deve buscar formas de incentivar a leitura... Mas... Sei não...
Nós, pobres e escravizados estudantes de biblioteconomia, que entramos no curso fazendo discursos como “eu adoro ler”, “pelo menos 2 livros por semana” (ok, eu vim de um período sabático forçado, não me culpo de adorar ler, e ler até 5 livros por semana... Eu não tinha o que fazer! E foi um dos melhores períodos da minha vida... Enfim!)... Somos responsáveis, de alguma forma, a “aprontar” atividades pra incentivar crianças a ler, quando nem nós mesmos somos incentivados.
Ok, tem um ou outro professor que nos manda sair da linha de textos técnicos e pegar alguma coisa interessante pra ler (porque eu assumo, não acho os textos da minha área interessante, principalmente a parte técnica... É um saco! Sabe aquela coisa de que a prática é muito mais legal que a teoria?)... Mas, incentivados a ler mesmo...
A gente tem uma cadeira de Incentivo a leitura, mas eu não me senti incentivada... Não sei... Faltou alguma coisa... Acho que a gente podia ter feito atividades para incentivar a nossa própria turma a ler... Sabe? Como cada um escolher o livro, falar sobre ele e passar adiante... A gente precisa se sentir incentivado pra poder incentivar! Eu tô no 7º período e ainda vejo gente da minha turma perdido na Biblioteca Central... Todo... Tempo... (como o Gurizinho de Sexto sentido! Kkkkkkkkkkkkkkk “Eu vejo gente morta” “com que frequência?” “todo tempo...”).
Acho que é esse o caminho...
Enfim... Entenderam alguma coisa?
Nem eu...
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Ler mais...

Originalmente publicada em 30 de junho de 2010.

sábado, 9 de março de 2013

[Reblogando] Entre tiros e rosas

Fonte de imagem: Sex and City gay
Entre a troca de socos e o beijo de dois homens, ainda escolho o amor.
Não o amor gritado e cantado por muitos, mas o amor sentido em sua melhor forma... O amor forte e incontrolável... O amor tão confundido com a paixão... O amor posto em fogo, o amor a toda prova...
Entre a guerra e dois homens se beijando, prefiro o amor... Sempre!
Existem coisas melhores para fazer com as mãos do que empunhar armas. Existem mais coisas doces e perfeitas pra se fazer com a boca do que gritar mentiras.
Para alguns é mais fácil altear a voz pra falar de amor do que respeitar o amor do próximo, do que fazer distante próximo e o próximo mais próximo ainda!
Eu quero ver, ouvir e gritar o amor da mesma forma e com a mesma força que ele habita em meu peito. Quero que minhas palavras sejam sentidas, ao lidas, da mesma forma que senti assim que escrevi... Ou que escrevi assim que senti...
A ordem das palavras altera o produto, assim como diminui sua força...
Entre o ódio gritado entre dois homens, entre vê-los empunhando armas, trocando ofensas ou acabando com a paz do mundo, prefiro vê-los beijando na boca!
Porque escolher o ódio? Pra quê odiar?
Ame!

Originalmente publicada em 19 de março de 2009.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Não tem volta! 10 motivos pra não voltar com ele!

Fonte de imagem: Semi Menina
Muita falta de postagem e de assunto... Hoje briguei com o namorado ¬¬'
Fiz listinha de motivos pra não voltar com esse senhor!
  1. Ele disse que se arrepende de ter te trocado só porque o time perdeu! #chupa.
  2. Passou a noite toda comigo, não pediu desculpas e nem beijou pádizê que a gente namorou...
  3. Passou uma guria e ele ficou olhando pá bunda dela... A minha é murcha porque não é valorizada... Certeza!
  4. Perdeu vários ônibus pra não falar nada...
  5. Eu perguntei o que ele ia me dar no dia do Bibliotecário e ele disse que ainda não pensou nisso! Hoje é dia 10!!! Como assim????
  6. Ele nunca terminou de ler os livros que eu dei pra ele.
  7. Ele disse "Eu te amo, Pronto" quando eu perguntei se ele me amava... Cara, quem diabos é "Pronto"???
  8. Ele não mandou nem um sms pedindo desculpas pela noite horrível... Eu não tenho culpa do time dele perder... #pragadenamoradafuriosapega.
  9. Ele me trocou por causa de um jogo ralé de futebol.
  10. Ele nem me deu sorvete... =( 
    Cabou pá sempi... ='(

quinta-feira, 7 de março de 2013

10 livros que eu quero ganhar antes do fim do ano!

Olá, pessoas..
Tentando deixar o blog mais em dia, trouxe para você a lista de livros que eu ainda quero ganhar este ano (se eu não ganhar no dia do bibliotecário, formatura, dia dos namorados <eu tenho que arranjar um namorado que me dê livros>, no meu aniversário, em mensários <eu tenho que arranjar um namorado que me dê livros>, no dia das crianças, no natal... Eu vou ter que comprar!.
Fiz essa listinha pra inspirar quem quer me dar presente! 
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

#1 - P.S. Eu te amo (Cecelia Ahern)


Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.

#2 - Fazendo meu filme (Paula Pimenta)


Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. 
“Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades.

#3 - O noivo da minha melhor amiga (Emily Giffin)


"O Noivo da Minha Melhor Amiga conta a história de Rachel, uma jovem advogada de Manhattan. A moça, sempre vista por si mesma e por seus amigos como a "certinha" e bem-comportada, muda radicalmente no seu aniversário de trinta anos, após a festa oferecida por sua melhor amiga, Darcy. Meio deprimida por chegar aos trinta sem o marido e os filhos que imaginava ter a essa altura da vida, Rachel se excede na comemoração e termina a noite na cama com Dex, seu grande amigo de faculdade e noivo da sua melhor amiga. Até a noite em que ficou com Dex, Rachel era o modelo de filha e amiga perfeita, embora se visse como um fracasso. Nunca transgrediu as leis, nem mesmo as de horário de trabalho, ao contrário da egoísta, narcisista mas irresistível Darcy, em torno da qual Rachel e, posteriormente, Dex sempre orbitaram. Enquanto a boa moça e tímida Rachel teve alguns poucos namorados e conseguiu um emprego estável porém sem graça num escritório de advocacia, a linda e popular Darcy namorou todos os bonitões do colégio, construiu uma glamourosa carreira de Relações Públicas e sempre conseguiu tudo o que quis, inclusive manipular e obrigar Rachel a fazer o que desejava. E agora, após uma noite com o noivo da melhor amiga, Rachel acorda determinada a esquecer para sempre o fatídico encontro, mas acaba descobrindo que sempre amou Dex. E, apesar da amizade a Darcy, começa a perceber que ela não é exatamente o que se espera de uma melhor amiga. À medida que a data do casamento se aproxima, Rachel se desespera com a urgência da decisão que precisa tomar e acaba passando por uma profunda reavaliação de sua vida, para concluir que "certo" e "errado" são conceitos muito relativos. Narrado em primeira pessoa por Rachel, o livro ganha a simpatia do leitor pela empatia da protagonista, que expõe suas dúvidas e sentimentos de forma muito honesta e humana. E o final reserva grandes surpresas.

#4 - A Seleção (Kiera Cass)


Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

#5 - A estrela mais brilhante do céu (Marian Keyes)


Existe um misterioso espírito que paira sobre o edifício número 66 da Star Street, em Dublin, Irlanda. Ele está em uma missão para mudar a vida de alguém. Em A Estrela Mais Brilhante do Céu, Marian Keyes demonstra mais uma vez sua técnica como uma dos grandes contadores de histórias da atualidade e sua vontade de ultrapassar limites na literatura. Os inquilinos do prédio 66 formam certamente um grupo excêntrico. Na cobertura mora Katie, uma mulher de 39 anos que trabalha como relações públicas de cantores e que só se preocupa com o tamanho de suas coxas e se seu namorado irá propor casamento. No apartamento abaixo, dividem o espaço dois poloneses mais a engraçada Lydia. No primeiro andar está Jéssica, a octogenária que vive com seu malvado cachorro e o filho adotivo. Já no térreo estão os recém-casados Maeve e Matt, que por mais que tentem esquecer o passado, não conseguirão.

#6 - A vez da minha vida (Cecelia Ahern)


Certo dia, quando Lucy Silchester volta do trabalho, há um envelope de ouro no tapete. E um convite dentro dele para se encontrar com a Vida. Sua vida. Pode soar peculiar, mas Lucy leu sobre isso em uma revista. De qualquer forma, ela não pode ir ao encontro: está muito ocupada desprezando seu emprego, fugindo de seus amigos e evitando sua família. Mas a vida de Lucy não é o que parece. Algumas das escolhas que fez — e histórias que contou — também não são o que parecem. Desde o momento em que ela conhece o homem que se apresenta como sua vida, suas meias-verdades são reveladas totalmente — a não ser que ela aprenda a dizer a verdade sobre o que realmente importa. Lucy Silchester tem um compromisso com sua vida — e ela terá de cumpri-lo.

#7 - Laços inseparáveis (Emily Giffin)


A autora de cinco romances de sucesso, Emily Giffin, lança uma história inesquecível de duas mulheres, as famílias que a fazem ser quem são, e a lealdade e o amor que as ligam. Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta... para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é. Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce. Enquanto as duas mulheres embarcam em uma jornada para encontrar o que está faltando em suas vidas, cada uma irá reconhecer que o lugar no qual pertencemos normalmente é onde menos esperamos — um lugar que talvez forçamos a esquecer, mas que o coração se lembra eternamente.

#8 - A guerra dos tronos (George R.R Martin)


Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister - e sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda sua família.

#9 - A mulher do viajante do tempo (Audrey Niffenegger)


Henry sofre de um distúrbio genético raro. De tempos em tempos, seu relógio biológico dá uma guinada para frente ou para trás, e ele se vê viajando no tempo, levado a momentos emocionalmente importantes de sua vida tanto no passado quanto no futuro. Causados por acontecimentos estressantes, os deslocamentos são imprevisíveis e Henry é incapaz de controlá-los. A cada viagem, ele tem uma idade diferente e precisa se readaptar mais uma vez à própria vida. E Clare, para quem o tempo passa normalmente, tem de aprender a conviver com a ausência de Henry e com o caráter inusitado de sua relação.

#10 - Diário de uma princesa (Meg Cabot)


Este é o livro do filme que está em cartaz com uma produção dos estúdios Disney. Uma garota nova-iorquina comum descobre ser a herdeira de um reino europeu.

__________________________________
* Peguei todas as imagens  e as sinopses no Skoob -> http://www.skoob.com.br
♫ Intuição - Oswaldo Montenegro