Páginas

Dica de leitura - A estrela mais brilhante do céu (Marian Keyes)


Eu queria fazer uma postagem decente, mas eu gripei e tá bem complicado escrever no computador com essa luz forte... (tá no mínimo).
Na apresentação do livro, a Marian Keyes diz que esse é o melhor livro da vida dela... Discordo.
Pra mim, o melhor livro continua sendo Los Angeles.
Talvez seja o livro mais diferente, mas não o melhor.
O livro toca em Assuntos delicados como câncer, traumas e estupro mas, como sempre, de forma bem superficial.
A variedade de personagens foi bacana... houveram muitas trocas de casais...
Gostei muito da Lydia, a taxista.
Somos parecidas em muitos pontos... a grosseria o excesso de palavrão, a forma descomplicada de ver a vida e a maneira estranha de tratar quem gostamos que acaba deixando muitas dúvidas... ela ama odiando e desconfiando. Kkkkk
E ela expulsa pessoas do táxi como muitas vezes eu tive vontade de expulsar usuário da biblioteca...
Acho que a Lydia merece um livro só dela.

SINOPSE (via Skoob)
Existe um misterioso espírito que paira sobre o edifício número 66 da Star Street, em Dublin, Irlanda. Ele está em uma missão para mudar a vida de alguém. Em A Estrela Mais Brilhante do Céu, Marian Keyes demonstra mais uma vez sua técnica como uma dos grandes contadores de histórias da atualidade e sua vontade de ultrapassar limites na literatura. Os inquilinos do prédio 66 formam certamente um grupo excêntrico. Na cobertura mora Katie, uma mulher de 39 anos que trabalha como relações públicas de cantores e que só se preocupa com o tamanho de suas coxas e se seu namorado irá propor casamento. No apartamento abaixo, dividem o espaço dois poloneses mais a engraçada Lydia. No primeiro andar está Jéssica, a octogenária que vive com seu malvado cachorro e o filho adotivo. Já no térreo estão os recém-casados Maeve e Matt, que por mais que tentem esquecer o passado, não conseguirão.
FRASES (dessa vez eu marquei!...)
"Claro, havia momentos em que sentia prazer tendo conversas animadas dentro da própria cabeça com todas as pessoas que já lhe haviam feito mal, nas quais ganhava todos os argumentos e reduzia seus combatentes a seres destroçados pelo remorso, mas, no mais, era livre" (p. 222).
" - Não, Transei com outro homem por acidente, devo acrescentar, e respeito você o suficiente para contar a verdade. Você acha que eu queria contar? Seria muito mais fácil não contar nada, tratá-lo feito um imbecil, um imbecil que podia ficar chateado, mas isso seria errado. Honestidade é importante. Se a gente não é honesto, não sobra nada." (p. 243).
"Estou transando com o namorado dela. Não posso ser mais perversa do que já estou sendo". (p. 332).
"- Por quê?
- Porque estou vazando, idiota. Caso você precise explicar para as pessoas o que aconteceu, é o seguinte: eu terminei com você. E, não, não dá pra manter a amizade. [...] vou falar mal de você sempre que tiver oportunidade. Se surgir um boato de que você é um ejaculador precoce, pode saber que é coisa minha.". (p. 531).
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Sobre a louca que escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Tenho 31 anos, estou tentando me reapaixonar por tudo o que escolho... Sou formada em Biblioteconomia, recém-convertida católica (ainda que batizada desde 1995), estou aprendendo a lidar com a ansiedade e tenho pensado em tentar falar sobre a luta e o aprendizado diário... Viver requer paciência, e eu não tenho.