domingo, 4 de agosto de 2013

A felicidade se faz, não se acha!

Fonte de imagem: Sabedoria Universal
Olá, pessoas...
Vim hoje cheia de boas novas!
A primeira é que o fim de meu sofrimento já foi avistado... 
Deus tem feito coisas maravilhosas por mim e meu juízo, tem me coberto de atenção, amor... Ando trabalhando pra caramba, aproveitando o máximo meus amigos, conhecendo pessoas novas... Sendo venenosa quando o coração pede pra ser.... Como dizia o Pumba: "Melhor pra fora do que pra dentro".
“A felicidade se faz, não se acha.”
(E. J. Hardy)
Enfim...
As pessoas tem criticado, constantemente, essa minha decisão de focar em Deus, mas o que elas não percebem é que meu foco em Deus é antigo... Não é uma decisão que nasceu da noite pro dia... Eu sou assim!
O que mudou?
O que mudou é que agora eu externo o que acredito para que as pessoas não se preocupem tanto comigo! É chato, saca, você estar superando um problema e as pessoas querendo saber cada vez mais coisas sobre ele... Ontem, por exemplo, uma pessoa me peguntou como eu tava e eu disse que tava ótima... Aí ela começou a questionar sobre tudo o que aconteceu... Eu prefiro falar agora de meu amor a Deus do que em meu sofrimento, do que em algo que não me faz bem... 
Ah, além de criticar por eu estar mais envolvida na igreja... Já recebi convites de homens pra sair, já me aconselharam a beber, já me chamaram pra um sexo sem compromisso... É nojento, sabe? As pessoas acham que por ter sido largada, elas podem fazer de ti o que quiserem!
Depois eu corro pros braços de Deus assustada, ninguém entende!
Acreditem, a ferida tá sarando rápido, tá quase cicatrizada, mas não quero ninguém tocando nela agora porque se ela abrir eu sei que ninguém vai me ajudar a sarar de novo...
A nossa felicidade quem faz somos nós... 
Um dia eu errei botando meus sonhos nas mãos de alguém que não soube cuidar deles, mas ele me devolveu tudo e a responsabilidade é só minha agora.
Então, vamos falar da construção?
Hoje me inscrevi na catequese pra fazer a 1ª eucaristia e o moço me disse que eu vou fazer uma tal de eucaricrisma (1ª eucaristia + crisma). Eu fiquei muito feliz...
Tenho planos de assistir missa em outras igrejas além da Paróquia do Cohatrac... É que, apesar de me sentir bem lá, eu fiquei meio tensa com a ideia de encontrar meu ex antes do tempo, sabe? Eu fico tanto com medo de ceder se ele pedir pra ficar comigo de novo, como tenho medo dele virar a cara e me machucar mais... Eu quero estar forte pra olhar nos olhos dele e dizer: "meu amor por ti está fortalecido em Cristo! Paz e bem!". Eu vou ter essa felicidade em breve... Afinal, eu esqueci o Guii! (Pra quem não sabe, eu fui apaixonada pelo Guii por 10 anos... e por 10 anos ele me deu fora...).
Ainda não sei qual academia vou encarar... tô quase pensando em fazer natação! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Já marquei o encontro com a psicóloga... Preciso tratar minha ansiedade até pra ter relações mais saudáveis, mais bem resolvidas!
Já sei o tipo de cara que eu quero agora pra mim: eu quero um homem mais velho, com atitude, paciente, que tenha a mesma fé que eu, que tenha um coração puro de verdade, que seja caseiro, que queira formar uma família, que goste de boa música, que tenha um abraço que me dê paz... Ah, e que leia! É muito chato ter um relacionamento com alguém que não tenha o hábito da leitura, que não curta as mesmas coisas!
Enfim... Passei da fase em que via apenas as qualidades da minha antiga relação, eu quase não vejo mais nada de bom, não sinto mais tanta falta... Eu não sei se por ele ter dito com tanta força que não gostava mais de mim, ou por não estar bem... Nosso último beijo foi horrível, sem gosto, pra não deixar saudades... Nem o abraço dele foi a mesma coisa que era antes... Eu não senti a paz que me conquistou (o meu ex-namorado me conquistou pelo abraço dele.... Confortável, carinhoso... Sempre que me sentia mal, eu afundava a cabeça no pescoço dele... rsrsrs... Mas nosso último abraço não foi bom como os outros... Foi tenso, me fez ficar pior do que eu tava...).
Já consigo rir do que antes me machucava... Já faço piadas com relação a ele me ver só como amiga, sobre ter ficado com outra pessoa após me dizer que não tinha ido atrás de mulher, por ele não ter trago nenhum presente além dos chifres...
Acho que quando a gente começa a rir do que machucava é um sinal de que a cura já pode ser alcançada!
Porque a cura para nossos sofrimentos está dentro da gente... É só ter um pouco de carinho por si que dá tudo certo.
Beijo!
_____________________________________
♫ Dream on - Aerosmith
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: