terça-feira, 13 de agosto de 2013

Valores não vem da igreja, vem de você!

Fonte de imagem: Sonhos de verão
Com o fim do meu namoro, muitas pessoas começaram a levantar suspeitas de que o namoro acabou porque o cara viajou e eu pus galho na cabeça dele... Quando eu falo que foi o contrário, todos me olham surpresos: "nossa, mas ele vivia na igreja!".
Nossos valores quem constrói somos nós... Não é uma igreja, não são as amizades, não é a escola, nem a família... Nós é que decidimos o que fazemos com aquilo que aprendemos.
Há uma cobrança de que aqueles que frequentam a igreja devem ser santos. Não é assim!
Nem todos que frequentam a igreja são santos, possuem pensamentos bondosos, nem todos entregam seu coração e sua vida a Deus de verdade...
Eu nunca fui a beata, nunca fui dessas que assistem missa regularmente, nunca frequentei grupos de oração, não tenho nenhum amigo padre... Mas tem coisas que as pessoas acham que só aqueles que fazem parte da igreja são capazes de fazer, que eu faço... Há valores que eu tenho que pessoas que frequentam a igreja nunca pensaram em ter...
Eu não bebo, não fumo, não uso qualquer tipo de drogas, não saio por aí ficando com qualquer um, não entrego meu corpo sem amor, não fico com homens comprometidos, não fico com ninguém estando comprometida, rezo e desejo o bem a quem me fez mal... São princípios que partem de mim! Coisas que levo pra minha vida e não cobro dos outros, mas que sempre me decepciono um pouco por não encontrar...
Quando a gente age com respeito com as pessoas, espera o mesmo delas...
E é muito chato ouvir que, como eu não sou uma pessoa de "tá em igreja", o "normal" é que eu tenha  faltado com respeito com meu ex-namorado e não contrário... 
Mas, independente do que pensam os outros, eu posso olhá-lo nos olhos sempre e dizer: eu honrei nosso compromisso.
______________________________
♫ Qualquer negócio - Clarice Falcão
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: