Páginas

"Desculpe, eu não quero mais pecar"

Fonte de imagem: Uma nova identidade
Vim contar uma história de amor um pouco diferente...
Era uma vez um casal que se gostava muito... Ou pelo menos a menina amava muito o menino. O menino fez a menina acreditar que um dia os dois seriam uma família feliz, dizia que a amava demais e pra sempre... a menina, segura do que o outro sentia, decidiu fazer amor com ele, sem saber que aquilo que o menino fazia era só sexo e que ele nunca sentiu nada daquilo que dizia... Não existia amor em seu coração, não havia entrega.
A menina acreditou no amor do menino, afinal eles já tinham 2 anos de relacionamento, muito carinho e respeito entre os dois... Muitos sonhos... Um dia o menino conhece a "palavra de Deus" (a mesma sobre a qual a menina sempre conversava com ele, e ele sempre deixava claro que não era errado o sexo entre os dois porque existia amor) e apareceu terminando com a menina e informando que o que ele tinha com ela era só sexo... Nada mais.
A menina se revolta, não era o que ela queria pra vida dela, ela só fazia amor com o namorado, e ela se entregou por acreditar que seria pra sempre... O sentimento dela era de verdade, era verdadeiro... Mas o menino que "conheceu a verdade de Deus" resolveu tratá-la como puta e descartar...
É tão estranho ver isso nos dias de hoje, mas acontece com uma frequência que assusta...
Eu tenho uma teoria que se assemelha muito com a de uma amiga com quem conversava ontem de quem não se pode entregar há muitos caras. Quando fazemos isso, eles levam consigo pedaços enormes e nos deixam cada vez mais vazias... Eu só transei com meu namorado por que o amava muito e, como vocês podem ver em diversas postagens, eu tinha certeza de que a gente ia terminar junto e não que nossa relação ia terminar de uma hora pra outra... Ontem eu falei pra essa minha amiga que se em algum momento eu sonhasse que o meu namoro teria um fim, eu nunca teria me entregado tanto... Porque esse tem sido meu maior arrependimento... Já era na época em que namorávamos... Várias vezes eu perguntava a ele se não era errado, já que não éramos casados e dizia que só faríamos de novo depois do casamento, é uma coisa que vem de criação, sei lá.
Eu tenho um jeito bem simples e aberto pra falar de sexo, mas eu não sou tão simples assim pra fazer... Eu só fazia quando eu me sentia amada, segura...  Será que isso faz de mim menos pecadora?
Tenho pensado muito nisso... Se eu o amava e meu sentimento era puro e verdadeiro, será que era pecado? Tipo, eu não fiz sexo por prazer, mas por amor... E eu acreditava nisso... Ainda acredito.
Parece que quando o cara te usa e pede perdão por ter te usado, é você quem tem a culpa... Pelo menos é isso que eles querem fazer com que pensamos...
Eu não confio mais nos homens... 
E eu estou em uma época de me respeitar muito... Corpo e espírito.
Como se curar disso?
Eu tenho procurado me conhecer e um pensamento não sai da minha mente, até mandei essa mensagem pra uma amiga agora: "o que eles veem na gente não é de forma alguma o que somos. A maldade está neles e não em nós... Nos entregamos por acreditar em suas promessas e amor... Eles nos iludiram e enganaram. Jamais deixe que eles pensem que somos menos do que somos".
Enfim... A gente peca por não acreditar que seja pecado... Hoje me arrependo da entrega que eu achei que era madura na época, mas hoje não vejo assim.... Me arrependo e me sinto suja por tudo o que fiz com ele e pra ele...
Aos vários homens que chegam hoje pra mim, só querendo isso, eu deixo bem claro que não quero uma relação com sexo, eu quero a segurança de mãos dadas, quero carinho, quero muito amor... Eu não quero uma relação baseada em sexo, nunca quis. O sexo ilude e engana a gente.
Há outras formas de demonstrar o amor... Mas as outras formas também enganam... Eu acreditava no amor do meu namorado pela forma que ele me abraçava, falava, me olhava... E, vejam só! TUDO MENTIRA!
Enfim... Aquele desabafo desnecessário... Mas uma amiga me mandou um sms dizendo que o cara com quem ela tava namorando mandou um sms pedindo perdão pra ela, porque não poderia vê-la pra não pecar mais... Achei tão idiota!
Creio que quando um casal quer, dá pra ter uma relação forte e sincera sem sexo. Eu tentei muitas vezes... Mas...
___________________________________
♫ Ainda lembro - Marisa Monte
P.s: Gente, eu sou exageradamente romântica e não consigo beijar ninguém sem sentimento algum... Eu quero só que saibam disso antes de começarem os julgamentos. Respeito quem pense diferente... Mas pra mim é assim... 
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Sobre a louca que escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Tenho 31 anos, estou tentando me reapaixonar por tudo o que escolho... Sou formada em Biblioteconomia, recém-convertida católica (ainda que batizada desde 1995), estou aprendendo a lidar com a ansiedade e tenho pensado em tentar falar sobre a luta e o aprendizado diário... Viver requer paciência, e eu não tenho.