quinta-feira, 17 de abril de 2014

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor [Voltamos pelo Ask.Fm]

Olá, pessoas...
Como o meu Ask.fm está cheio de anônimos queridos querendo meu corpo nu, resolvi usar as perguntas deles para ressuscitar nosso SAL.
Para enviar as perguntas, use o formulário e o Ask.fm/BibliotecariaEscandalosa.
Aceito perguntas sobre minha vida, o blog, livros, o curso (não façam perguntas técnicas, porque eu passo vergonha) e... Se você quiser conselhos pode usar o mesmo canal, tá?
Essa vai ser nossa postagem das quintas-feiras... É uma postagem de quinta mesmo!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Selecionarei 10 perguntas por semana, ok?
  • O amor é eterno?
Eu sempre disse que era, mas hoje não sei. Sei que o amor que sinto por minha família será pra sempre, mas hoje gosto de acreditar que outros tipos de amores possam ter um fim ou se modificar, como aconteceu com meu amor pelo Guii.
  • É mais importante amar ou ser amado?
A gente não consegue ficar muito tempo com uma pessoa quando não é capaz de amar. Eu, pelo menos, não consigo me ver ao lado de alguém todos os dias... porque o amor é o que nos cega para os defeitos, o amor é o que nos motiva a ficar juntos. Ser amado é bom, mas só isso não sustenta uma relação... é preciso amar para aceitar ser amado.
  • O que mais te deixa frustrado(a)?
Quando a pessoa me convida pra sair e eu faço todo um planejamento para conseguir encaixar isso na minha agenda e ela simplesmente não aparece e eu percebo que deixei de fazer muita coisa pela falta de educação e consideração.
  • Qual a sua expectativa de vida?! Como vc se vê daqui a 10 anos?!
Eu quero passar em concurso e continuar fazendo o que gosto.
Daqui a 10 anos, espero estar morando em algum interior... espero ter meus 3 filhos e poder continuar com a Liga dos voluntários.
  • Tá faltando homem, Escandalosa?
Não, não está faltando.
Os caras marcam comigo e me dão bolo quando eu posso ir encontrá-los. Há muitos que eu não encontro por causa do meu trabalho que me toma muito tempo (faço muitos trabalhos extras pra complementar a renda).
  • Quais são as 5 coisas importantes que você incluiria na sua lista de coisas a fazer?
Terminar uma normalização que eu tô lentona...
Estudar pro concurso do TRT...
Fazer minhas orações...
Ouvir meus próximos...
Lavar o prato sujo que botei na janela.
  • Posso te pegar na saída da igreja? Depois da missa?
Me sentindo uma adolescente em 3... 2... 1...
Olha, eu saio da missa muito tarde, mamãe não gosta que eu me demore na rua.
  • Mas você já tem 27 anos. Não acha que tá um pouco velha pra isso de mãe não deixar?
Olha, enquanto eu morar na casa de meus pais, eu obedeço a regra deles.
  • Pq vc não quer falar da traição do Nando?
O passado não pode ser tocado, não pode ser vivido... Existem 2 opções: ou viveremos ruminando ele, justificando qualquer fracasso do presente com aquele "eu vivi isso, e superei" e jogando na cara das pessoas que passaram pela mesma situação que "o meu caso foi pioooor" (acho isso ridículo).... Ou esqueceremos.
Lógico que o caminho mais difícil é esquecer, mas... Eu e o Nando somos jovens! Erros são comuns na nossa idade. Não quero passar minha vida inteira chorando por erros que possamos ter cometido no ano passado, não quero viver o hoje ocupando meu tempo com lembranças ruins. Ele me traiu, ok. O namoro acabou, ok.
Hoje não nos falamos, a última vez que tivemos uma conversa de verdade foi pra terminar a relação... Mas isso não nos impede de sermos amigos amanhã e, quando isso acontecer, eu não quero ter lembranças ruins pra contar ou erros dele pra ficar jogando na cara sempre que alguma coisa acontecer.
Eu não sou a coitadinha por ter sido traída, nem ele um vilão por ter traído.
Somos humanos, adultos.
  • Eu queria te conhecer pessoalmente, mas tenho medo que tu pense que quero teu corpo nu.
Miguxo, tenho 27 anos e não 13.
Se você me convida como amiga, saímos como amigos. Se tu me convida pra algo mais, só rola por iniciativa tua e se eu estiver a fim.
Não se preocupe.
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: