sexta-feira, 11 de abril de 2014

Galinha, gay, furão e outros vacilos...

Créditos na imagem.
Nada contra os gays, galinhas e furões (é bom dizer isso antes que grupos de gays, galinhas e furões comecem os protestos), maaaaaaaaaaaaaas.... Poxa, eu queria viver um amor de verdade.
Nos últimos tempos apenas caras com esse perfil tem se aproximado de mim, fica complicado pensar em algo sério assim.
Já tentei ser galinha pra compensar toda a galinhagem que me aparece...
Já tentei ignorar os furões, pois parece que é disso que eles gostam...
E os gays... bom, ganhei novas amigas, né, bem?
Mas eu queria a sorte de um amor tranquilo... A paz de uma companhia, alguém pra conversar no fim do dia, alguém pra dividir os sonhos...
O que eu espero de um cara é tão pouco, mas parece tão muito quando eles debocham por eu querer esse meu pouquinho...
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: