Páginas

As coisas que a gente aprende com... ferida na mão!


No começo do mês eu machuquei a mão feio... Foi uma queda humilhante, então prefiro dizer que cai do skate e sai arrastando no chão... FOI HORRÍVEL!
Mas, como toda ferida, essa veio com alguns ensinamentos...
Posso contar o que eu aprendi?

  • Band-aid da Hello Kitty são extremamente necessários... 
Você pode ter um corpo enorme, duas mãos... Mas as pessoas sempre vão bater, apertar, e querer usar sua mão machucada. Minha mãe brigava muito por causa do meu band-aid da Hello Kitty (eu tenho 27 anos), mas, sem eles, o povo sempre esquecia minha mão machucada.
  • Você tem que ser forte e lavar a ferida...
Acho que a minha ferida custou a sarar porque eu, simplesmente, evitava molhar ela. Banhava de luvas, só lavava a mão até onde não tava inflamado... Por isso custou a sarar. Quando eu resolvi ser macho e lavar com água e sabão todos os dias, ficou mais fácil sarar.
  • Creme vaginal é um ótimo cicatrizante...
Eu tomava anti-inflamatório, passava também, tomava um bando de coisas e usava um monte de pomadas específicas... Mas foi uma moça do face que disse "passa creme vaginal" e eu passei e começou a cicatrizar. Descobri, depois disso, que esses cremes são ótimos pra espinha e rachaduras no pé.

  • Num dá pra namorar com a mão ferida!
Parece que a mão ferida torna as coisas mais simples bem complicadas. Você sente falta da mão no beijo, você abraça esquisito por causa da mão machucada...

  • Cataflan ajuda com a dor...
A tendência de inflamar é maior do que em qualquer outro lugar do corpo (não é científico, é conclusão minha). No segundo dia ao ferimento, a dor estava insuportável. Um moço lá do interior espirrou cataflan (spray) no ferimento e melhorou muito da dor (até fica bem sequinho o ferimento). Mas o cataflan não é para ferimentos abertos, é para dores musculares. E o recomendado é que você espirre em um pano e passe no local. Eu espirrava diretamente na ferida... Não sarou, mas aliviava a dor demais! 


Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Sobre a louca que escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Tenho 31 anos, estou tentando me reapaixonar por tudo o que escolho... Sou formada em Biblioteconomia, recém-convertida católica (ainda que batizada desde 1995), estou aprendendo a lidar com a ansiedade e tenho pensado em tentar falar sobre a luta e o aprendizado diário... Viver requer paciência, e eu não tenho.