domingo, 15 de junho de 2014

Équistranhu

Fonte de imagem:O poder do blush
Tive um dia tão lindo ontem e nunca vou entender porque as coisas na minha vida não podem ser sempre assim... Perfeitas como um abraço em praça pública. Estranho para os de fora, mas para os envolvidos apenas um pedaço isolado do céu... Como se o resto do mundo não existisse, como se estivéssemos em nossa pequena nuvem particular... nosso pedacinho do paraíso. 
Queria que o resto da minha vida fosse como o abraço de ontem... Tão lindo e sincero que o resto do mundo não ganha importância e até mesmo deixa de existir... =) 
Existe um ser estranho que vem tomando posse da minha vida aos poucos... E eu queria muito poder dividir aqui a felicidade que é ter encontrado alguém me fizesse inteira em cada encontro. Ainda que distante, muitas vezes.... Ainda que com toda a estranheza de um dia me querer intensamente, como ontem, e no dia seguinte não querer nada... Como hoje. 
Talvez um amor de dias alternados seja o que eu preciso agora... Mas há a certeza de que é ele que eu QUERO. 
Com toda a sua estranheza, com os excessos de amor de hoje, que não terei amanhã... Com as conversas da madrugada que me deixam feliz, em dias alternados... Algumas vezes a estranheza me faz chorar... Mas não me vejo agora sem ela... Não me vejo longe dele.
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Quem escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas pode me chamar de Sol que eu gosto... Acho até que quando as pessoas me chamam de Soraya é um sinal claro de que estão zangadas comigo, sei lá. Só pessoas afastadas me chamam pelo nome... e chefes... e meus pais.. Tenho 30 anos (não parece, né?), muito apaixonada por tudo o que faço (BIBLIOTECONOMIA! BIBLIOTECONOMIA!)... Amante de livros e sentimentos sinceros.

Comente com o Facebook e com sua conta Google: