Páginas

[Reblogagem] Eu sei que vai doer...

"Eu sei que vai doer. Mas às vezes, na vida, a gente precisa fazer a coisa certa".
(Amy Winehouse)

Quando li essa frase lembrei de dois casos básicos de dois amigos meus (dois homens, por mais estranho que pareça...) que deixaram suas namoradas por puro altruísmo.
Tipo: "eu te amo, você me ama, mas você não será feliz comigo".
Acho lindo, mas na época que ouvi a história dos dois briguei com os dois porque.... Porra! Eu acredito no amor!
Mas, vamos tentar entender cada um.
O primeiro amava uma garota e era correspondido, mas religiões diferentes tornavam o amor dos dois "impossível".
Embora, pra mim, Deus está onde nós estamos, e não ficar com alguém por causa da porra de uma religião (lê-se: RELIGIÃO  e não DEUS) é besteira (por mim, ele largava a dele que é cheia de caminhos tortos e ficava com a dela, que não é a minha, mas tá num caminho mais perto da fé e da caridade, principalmente...).
Foi um batimento de boca sem tamanho, cês não tem idéia... Se ele tivesse perto eu daria uns cascudos nele e faria ele aprender o que é amor e que Deus não castiga.
No segundo, o  cara amava uma mulher, sua noiva, a gente acredita, mas não ficava com ela por que não queria casar exatamente agora... Tipo, ele tem 36 anos, mas queria casar só com 40... E a namorada que tem quase a mesma idade que ele queria casar agora, porque pra ela tá mais do que na hora de ser mãe... Como ele "não podia" ser pai, terminou o namoro...
No fim, altruísmo puro, cara...
Nenhum dos dois queria obrigar a outra pessoa a seguir suas idéias...
Ama e liberta esse tipo de coisa....
Aí, você me pergunta: "Sol, mas eles acabaram por essa bobagem e cada um seguiu suas vidas e pronto?".
Doce ilusão, caro leitor...
O primeiro perdeu uma amiga, acredito...
O segundo corre pra esquecer a namorada dele... e não esquece e corre mais...
É um puta altruísmo egoísta o desses dois...
Dói, mas não é a coisa certa.... Continua doendo e vai doer sempre porque é difícil esquecer, é impossível esquecer um amor quando ele é verdadeiro...
São dois bobos!
Eles continuam no coração delas... E dói nelas carregá-los!
Eu odiaria o cara que terminasse comigo porque me ama tanto que não pode ficar comigo... Vá se catar!
Viva o seu amor!
Amar não dói e é a única coisa certa a se fazer!
__________________________
* Publicado em 13 de setembro de 2011 para a Blogagem coletiva do Além de palavras, sentimentos.

Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Sobre a louca que escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Tenho 31 anos, estou tentando me reapaixonar por tudo o que escolho... Sou formada em Biblioteconomia, recém-convertida católica (ainda que batizada desde 1995), estou aprendendo a lidar com a ansiedade e tenho pensado em tentar falar sobre a luta e o aprendizado diário... Viver requer paciência, e eu não tenho.