Páginas

♪Meu amor, meu bebê...♫


Quando eu tinha 13 anos, recebi a notícia de que minha prima seria mãe. Fiquei super feliz, minha prima é como uma irmã pra mim (prima de pai e mãe), então essa seria minha primeira sobrinha/sobrinho... Passava horas falando com o bucho, dando nomes diferentes a cada fim de semana que eu ia pra Bacabeira... Quando o bebê nasceu, fiquei horas acordada, querendo ver se ela tinha o olhinho verde como o da mãe... E falava com ela o tempo todo, contava histórias, trocava fralda, tentava ensinar coisas novas... Precisavam ver minha felicidade por conseguir ensinar ela a dar língua! Ela aprendeu rapidinho! Me sentia muito mãe. Posso dizer que parecia a louca da novela querendo roubar a filha da minha prima pra mim.
O tempo passou e nos distanciou... Ela foi crescendo e já nem dava mais bola pra mim... E eu fui perdendo o interesse de ir pra Bacabeira ver ela... Mas o amor continua o mesmo. Ela pra mim ainda é minha primeira filha, minha bebê.
E eu? Bom... Eu sou a tia chata com quem ela fala no whatsapp quando ninguém mais quer falar com ela.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Hoje a Amélia Carvalho faz 14 anos, e já nem parece o bebê que um dia eu carreguei nos braços... Nem parece a criancinha que eu fazia engolir a papa enquanto contava pra ela as histórias que eu li e decorei durante toda a semana só pra ver ela sorrir... Mas ela não sorria.
Nem parece a menina que eu fiz chorar tentando contar pra mim a história da Chapeuzinho Vermelho ("Aí o Lobo mau, né?... O Lobo mau, né...").
Minha princesa... Muito esperada e muito amada.... Que o Pai Eterno te ilumine, abençoe e conduza...
Peço diariamente em minhas orações por tua vida... Que tenhas saúde, que sejas feliz!
Feliz aniversário!
Te amo muito!
____________________________________
P.s: Tu acredita que teu último aniversário que eu fui foi o de 1 ano!
Tô chocada!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Sobre a louca que escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Tenho 31 anos, estou tentando me reapaixonar por tudo o que escolho... Sou formada em Biblioteconomia, recém-convertida católica (ainda que batizada desde 1995), estou aprendendo a lidar com a ansiedade e tenho pensado em tentar falar sobre a luta e o aprendizado diário... Viver requer paciência, e eu não tenho.