Páginas

Aquela música - Amar como Jesus amou (Padre Zezinho)

Fonte de imagem: Rádio Rainha da Paz
É engraçado as pequenas coincidências do dia-a-dia...
Sábado acordei cantarolando essa música e ao chegar na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, adivinha que música cantamos na Crisma??? Exatamente! Amar como Jesus amou... Essa música marcou a minha infância, porque foi a primeira música católica que eu aprendi a cantar e a que me fez gostar de Padre Zezinho ao ponto de ir a um show dele sem reclamar! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk 
"Amar como Jesus amou" traz em sua letra a mais linda lição!
O Padre hoje nos deu uma lição muito lida sobre salvação e cantou essa música pra nos ensinar de uma forma linda como alcançar a nossa salvação...
Salvação = liberdade de sofrimento = felicidade...
E o que precisamos para ser feliz?
Um dia uma criança me parou
Olhou-me nos meus olhos a sorrir
Caneta e papel na sua mão
Tarefa escolar para cumprir
E perguntou no meio de um sorriso
O que é preciso para ser feliz?

Amar como Jesus amou
Sonhar como Jesus sonhou
Pensar como Jesus pensou
Viver como Jesus viveu
Sentir o que Jesus sentia
Sorrir como Jesus sorria
E ao chegar ao fim do dia
Eu sei que dormiria muito mais feliz

Ouvindo o que eu falei ela me olhou
E disse que era lindo o que eu falei
Pediu que eu repetisse, por favor
Mas não dissesse tudo de uma vez
E perguntou de novo num sorriso
O que é preciso para ser feliz?

Depois que eu terminei de repetir
Seus olhos não saíram do papel
Toquei no seu rostinho e a sorrir
Pedi que ao transmitir fosse fiel
E ela deu-me um beijo demorado
E ao meu lado foi dizendo assim

Amar como Jesus amou...
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Sobre a louca que escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Tenho 31 anos, estou tentando me reapaixonar por tudo o que escolho... Sou formada em Biblioteconomia, recém-convertida católica (ainda que batizada desde 1995), estou aprendendo a lidar com a ansiedade e tenho pensado em tentar falar sobre a luta e o aprendizado diário... Viver requer paciência, e eu não tenho.