Páginas

Não gostei - Emma (Jane Austen)


Esse livro, pra mim, é um desses que a gente pega, não gosta e diz: "PREFIRO O FILME".
Acho que esse é o livro mais cansativo de Jane Austen! (bom, eu só li Razão e sensibilidade e Orgulho e preconceito).
Assim como os outros livros, vi primeiro o filme, mas a lerdeza (enrolação) de Jane Austen pra contar uma história que é fácil matar em 100 páginas me cansou desde o começo do livro, o que não ocorreu na leitura dos outros livros.
A personagem principal é cheia de ideias ridículas e não ganhou minha simpatia como as versões criadas para o cinema (ver as dicas As patricinhas de Beverly Hills e Emma). Até quando ela mudou, eu a odiei de igual modo... Sabe aquelas pessoas que não te convencem?
Eu tentei, cara, tentei amar o livro... É um desses casos raros em que a gente lê inteiro um livro que não gostou nem das primeiras páginas! kkkkkkkkkkkkkk
Leia a sinopse! 

SINOPSE (via Skoob)
Emma Woodhouse, uma jovem bonita, inteligente e encantadora, está decidida a jamais se casar. Ela já possui toda a fortuna e a independência de que precisa e sente-se perfeitamente satisfeita com sua situação, o que não a impede de se divertir planejando casamentos entre as pessoas que a cercam. Ao conhecer Harriet Smith, uma moça de status social mais baixo, Emma decide ajudá-la a encontrar um pretendente que seja um verdadeiro cavalheiro. Porém, a jovem descobre que interferir demasiadamente na vida dos outros pode por em risco a própria felicidade. Para garanti- la, Emma deve superar seus preconceitos e compreender melhor o que se passa em seu coração. Marcado pela inigualável ironia de Jane Austen e repleto de diálogos geniais, Emma é um retrato vívido da situação das mulheres na Inglaterra do início do século XIX.
E aí? Acha que vai gostar?
Pois leia, se tu achar legal... Depois me conta!
Beijo e até o próximo tedioso livro...
______________________________
♫ Foi no mês que vem - Jay Vaquer
Gostou desta postagem? Então clique no botão ao lado para curtr e Twittar!! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter.

Sobre a louca que escreveu:
Soraya Carvalho Meu nome é Soraya, mas me chamam de Sol! Tenho 31 anos, estou tentando me reapaixonar por tudo o que escolho... Sou formada em Biblioteconomia, recém-convertida católica (ainda que batizada desde 1995), estou aprendendo a lidar com a ansiedade e tenho pensado em tentar falar sobre a luta e o aprendizado diário... Viver requer paciência, e eu não tenho.